Ex-motorista dos Beatles vende icônico óculos de sol de John Lennon por US$184 mil

Alan Herring trabalhou ao lado dos Beatles durante a produção dos emblemáticos discos White Album, Abbey Road e Let It Be

Redação Publicado em 17/12/2019, às 10h54

None
John Lennon e Yoko Ono (Foto: AP)

Em um verão de 1968, Alan Herring era o motorista dos Beatles e estava levando John Lennon, Ringo Starr e George Harrison na Mercedes de Starr para o escritório.

Quando Lennon saiu do carro, Harring notou que uma lente e a haste do icônico óculos havia ficado no carro. 

"Perguntei a John se ele gostaria que eu os consertasse. Ele me disse para não me preocupar". 

"Eu nunca os consertei - apenas o mantive como estava, como John havia deixado". 

+++ LEIA MAIS: 39 anos sem John Lennon: veja 7 frases marcantes do ex-Beatle

Em uma carta escrita para declarar a venda, Herring explicou que começou a trabalhar com os Beatles como empreiteiro na casa de Harrison em 1967, antes de virar motorista, ajudante e assistente pessoal.

Quando Harrison foi para a Índia, Starr o contratou. 

"De março de 1968 até o final de novembro de 1969, trabalhei como motorista de Ringo e depois fui promovido ao cargo de assistente pessoal", explicou.

"Enquanto trabalhava para George e Ringo, participei da maioria das sessões de gravação dos Beatles nos estúdios Abbey Road, entre eles White Album, Abbey Road e Let It Be. Foi um momento muito emocionante para estar por perto."

A Sotheby's observou como um dos óculos de sol mais emblemáticos da história do rock and roll". O par foi vendido por US $ 184.000 (aproximadamente R$ 749.679,66) em um leilão.


+++ FRANCISCO EL HOMBRE SOBRE RASGACABEZA: 'É UM DISCO INDIGESTO, TOCA EM PONTOS DOLORIDOS E ÍNTIMOS'