Johnny Depp descreve briga com Amber Heard na qual perdeu o dedo [VÍDEO]

No depoimento publicado pelo Daily Mail, o astro de Piratas do Caribe fala sobre o incidente de 2015

Redação Publicado em 08/04/2020, às 10h48

None
Johnny Depp e Amber Heard em 2011 (Foto: AP / Joel Ryan / File)

Na última segunda, 6, o jornal The Daily Mail publicou um depoimento realizado por Johnny Depp em 2018 no qual ele descreve o incidente com Amber Heard que deixou seu dedo “decepado” em 2015.

+++ LEIA MAIS: Amber Heard teria deixado cocô na cama de Johnny Depp depois de tê-lo agredido por perder festa

No vídeo, o astro de Hollywood revela que “Little Richard” - o apelido que ele deu ao dedo - sangrou como “Vesúvio” depois que a ex-esposa arremessou uma garrafa de vodka quebrada na mão dele, que estava apoiada num balcão de mármore. Segundo Depp, os dois estavam brigando porque ele levou documentos pós-nupciais para ela assinar.

“Eu estava tentando recuperar o dedo, sabe”, disse o ator no vídeo, com um sorriso. “Então pensa na insanidade de ter meu dedo cortado por essa mulher com quem eu era casado.” 

De acordo com a Vanity Fair, o áudio da equipe médica que procurava o dedo dele também vazou na última terça, 7).

+++ LEIA MAIS: Processo judicial de Johnny Depp contra Amber Heard é adiado após ator não entregar relatórios sobre drogas e álcool

A história contada por Heard é muito diferente. Ela disse que a discussão foi desencadeada por “ciúmes” de seu ex-co-ator Billy Bob Thornton

Segundo Heard, enquanto Depp a batia com uma mão, ele estava “batendo um telefone de plástico duro contra a parede com a outra”, até que o esmagou em pedacinhos. Assim, Depp machucou gravemente o dedo, cortando a pontinha dele. Mais tarde naquela noite, Depp havia escrito "Billy Bob" e "Easy Amber" nas paredes com uma mistura de tinta de sangue.

Assista ao vídeo > aqui < (via Daily Mail).

+++LEIA MAIS: Johnny Depp cortou o próprio dedo, mas culpou Amber Heard, sugere mensagem

 

 


+++ DISCOGRAFIA DO THE STROKES: OS ALTOS E BAIXOS DOS ARRUACEIROS DE NOVA YORK