Johnny Depp jogou garrafas de vidro ‘como granadas’ em briga com Amber Heard

Nesta quarta, 22, aconteceu o terceiro dia de julgamento do processo de difamação de Depp contra o jornal  The Sun

Redação Publicado em 22/07/2020, às 15h56

None
Amber Heard e Johnny Depp (Foto: Jonathan Brady / PA Wire Press Association via AP)

Nesta quarta, 22, Amber Heard negou acusação de que teria cortado a ponta do dedo de Johnny Depp durante discussão. A atriz disse que o ex-marido jogou garrafas de vidro ‘como granadas’ contra ela durante a briga. As informações são do site Reuters, via UOL.

A artista estava participando do terceiro dia de julgamento do processo de difamação de Depp contra o jornal  The Sun, devido um artigo de 2018 que o rotulou de "espancador de mulheres".

+++LEIA MAIS: Johnny Depp assume que usa drogas e álcool ‘desde criança’, mas nega ter agredido Amber Heard

Na corte, Depp afirmou que o dedo dele foi cortado enquanto estava em uma briga com Heard. Segundo o ator, a ex-mulher teria jogado uma garrafa de vodka contra ele, que, na ocasião, atingiu a mão dele.

A atriz respondeu: "Só joguei coisas para escapar de Johnny quando ele estava me batendo". Ela já havia admitido anteriormente atirar objetos no ator em legítima defesa.

+++ LEIA MAIS: 7 atores ideais para substituir Johnny Depp como Grindelwald em Animais Fantásticos [LISTA]

Heard comentou como depois de pegar uma garrafa que Depp estava bebendo e a jogar no chão, isso levou o ex-marido a atirar outras garrafas na direção dela. "Ele as pegou e começou a usá-las como granadas ou bombas... jogando uma após a outra na minha direção."

Eleanor Laws, advogada de Depp no caso, afirmou, então, que era mentira o relato da atriz sobre o ex-marido cortar o dedo após esmagar um telefone contra a parede e agredi-la.

+++LEIA MAIS: Johnny Depp cortou o próprio dedo, mas culpou Amber Heard, sugere mensagem

No julgamento, a atriz foi acusada por Laws de apagar um cigarro no rosto do ator. Para isso, Heard respondeu: "Não, Johnny fez isso bem na minha frente. Ele costumava fazer coisas assim".


+++ FREJAT: O DESAFIO É FAZER AS PESSOAS SABEREM QUE O DISCO EXISTE