Há 39 anos, morria o baterista John Bonham - e o Led Zeppelin rumava para o fim

O músico morreu aos 32 anos por asfixia

Redação Publicado em 25/09/2019, às 16h24

None
John Bonham (Foto: AP)

Aos 32 anos, John Bonham morreu por asfixia no dia 25 de setembro de 1980. O baterista do Led Zeppelin foi encontrado sem vida na casa do guitarrista Jimmy Page.

No dia anterior, 24, Bonham encontrou os integrantes da banda de rock para planejar uma turnê pelos EUA - a última tinha sido pela Europa. Tanto antes como depois da reunião, o baterista bebeu altas doses de vodka.

+++ LEIA MAIS: Relembre como foi o último show do Led Zeppelin com John Bonham, há 34 anos

Na tarde do dia 25 de setembro de 1980, o empresário Benji Le Fevre e o baixista John Paul Jones encontram o corpo de Bonham. Na autópsia foi revelado que o baterista morreu por asfixia. O músico engasgou com o próprio vômito depois de consumir o equivalente a 40 doses de vodka.

Com a notícia da morte de Bonham, a turnê pelos EUA foi oficialmente cancelada, e durante alguns meses correram rumores de que o Led Zeppelin substituiria o baterista. No entanto, isso não aconteceu: no dia 4 de dezembro de 1980, os integrantes do grupo anunciaram publicamente o fim da banda.

+++ LEIA MAIS: Jimmy Page queria a volta do Led Zeppelin, mas a banda aprendeu "uma dura lição nos anos 1980"

"Gostaríamos de que soubessem de que a perda de nosso querido amigo, e o profundo sentimento de harmonia inseparável que nós temos nos levou a decidir que não podemos continuar", anunciaram.

Depois de 11 anos e oito discos, o Led Zeppelin, uma das maiores bandas da história do rock, chegava ao fim. E, em 2016, John Bonham entrava para a história após a Rolling Stone EUA o eleger em primeiro lugar na lista dos “100 melhores bateristas de todo os tempos”.