Live de Alanis Morissette é tomada por protestos brasileiros: ‘Fora Bolsonaro’

Apesar dos artistas ignorarem os protestos, a zona de comentários foi inundada por mensagens de repúdio ao presidente

Redação Publicado em 20/05/2020, às 12h19

None
Alanis Morissette na live de apresentação de Jagged Little Pill (foto: reprodução/ YouTube)

Durante uma live realizada nesta terça-feira (19) para promover o musical da Broadway Jagged Little Pill, duas presenças marcaram o evento digital: os comentários da cantora Alanis Morissette, cujo disco de mesmo nome inspirou o espetáculo, e de vários usuários brasileiros, que lotaram a área de comentários do vídeo com protestos contra o presidente Jair Bolsonaro.

"Fora Bolsonaro" foi comentado inúmeras vezes no chat da transmissão ao vivo. O movimento foi completamente ignorado pela atriz Elizabeth Stanley, que intepreta M.J. Healy no musical e apresentou a transmissão. Os demais membros do elenco e Alanis também não leram as mensagens de repúdio.

+++LEIA MAIS: Alanis Morissette: ‘Quase todas as mulheres da música foram agredidas, assediadas e violentadas’

Nos comentários eram apenas reclamações sobre Bolsonaro, escritas em português e em inglês para que os fãs de Alanis Morissetteentendessem o contexto do protesto.

Entre as mensagens haviam principalmente lamentações sobre a alta histórica do dólar em relação ao real, da gestão do governo sobre o avanço da pandemia do novo coronavírus e até pedidos de impeachment ao presidente.

+++LEIA MAIS: Regina Duarte deixa Secretaria de Cultura após 2 meses de cargo, protestos e 'chilique' ao vivo

De forma ainda mais inusitada, os brasileiros ameaçaram denunciar a transmissão para o Procon. Segundo os comentários, eles foram enganados por Alanis Morissette, que apenas apareceu na live após 40 minutos do início da apresentação e cantou apenas no final.

Assista a live do elenco de Jagged Little Pill abaixo:


+++ VITOR KLEY | A TAL CANÇÃO PRA LUA | SESSION ROLLING STONE