Madonna detona DaBaby por comentários homofóbicos: 'Conheça os fatos'

Para Madonna, pessoas como DaBaby "são a razão de ainda estarmos vivendo em um mundo dividido pelo medo”

Emily Zemler, Rolling Stone EUA (tradução Julia Harumi Morita) Publicado em 30/07/2021, às 09h08

None
Madonna (Foto: Even Agostini / AP) e DaBaby (Foto: Divulgação)

Madonna usou o Instagram para dar uma lição em DaBaby pelos comentários homofóbicos que o rapper fez durante uma performance no Rolling Loud em Miami, realizado no último domingo, 25. Em uma longa postagem, a cantora se dirige diretamente ao músico, explicando a ciência por trás da transmissão da AIDS e do HIV.

“Uma mensagem para DaBaby - se você vai fazer comentários de ódio para a comunidade LGBTQ+ sobre HIV /AIDS, então conheça os fatos: após décadas de pesquisas científicas duramente conquistadas - agora existem medicamentos que salvam vidas de crianças nascidas com HIV, para pessoas que contraem o HIV por meio de transfusões de sangue, agulhas sujas ou troca de fluidos corporais,” escreveu Madonna.

+++ LEIA MAIS: 'Desculpa por ser eu', diz DaBaby após comentários homofóbicos

A estrela pop também enfatizou como os medicamentos podem "manter uma pessoa com AIDS viva para o resto da vida", além de deixar claro que a doença "não é transmitida ao ficar ao lado de alguém na multidão."

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Madonna (@madonna)

 

Madonna também escreveu: “Pessoas como você são a razão de ainda estarmos vivendo em um mundo dividido pelo medo. Todos os seres humanos devem ser tratados com dignidade e respeito, independentemente de raça, sexo, preferência sexual ou crenças religiosas.”

+++ LEIA MAIS: Horrorizada,' diz Dua Lipa sobre comentário homofóbico de DaBaby no Rolling Loud

Durante sua aparição na Rolling Loud, DaBaby foi gravado dizendo: "Se você não apareceu hoje com HIV, AIDS ou qualquer doença mortal sexualmente transmissível, que fará você morrer em duas ou três semanas, então levante a lanterna do seu celular... Cara, se vocês não estão chupando um p** no estacionamento, levante a lanterna do seu celular."

Vários artistas e organizações se manifestaram contra as palavras de DaBaby nos dias seguintes. No Instagram, Dua Lipa emitiu um comunicado abordando os comentários feitos pelo colaborador do remix “Levitating”: “Estou surpresa e horrorizada com os comentários de DaBaby [...] estou 100% com a comunidade LGBTQ. Precisamos nos unir para lutar contra o estigma e a ignorância em torno do HIV /AIDS. ”

+++ LEIA MAIS: 'Ficamos chocados', diz Elton John sobre comentário homofóbico de DaBaby em show

Elton John também opinou no Twitter: “Ficamos chocados ao ler sobre a desinformação sobre HIV e declarações homofóbicas feitas em um recente show de DaBaby. Isso alimenta o estigma e a discriminação e é o oposto do que nosso mundo precisa para combater a epidemia de AIDS."

Na quarta-feira, 28, DaShawn Usher, diretor associado de comunidades de cor da GLAAD, declarou: “A retórica que DaBaby usou é imprecisa, prejudicial e nociva para a comunidade LGBTQ e os cerca de 1,2 milhão de norte-americanos vivendo com HIV. É fundamental que DaBaby e seus fãs aprendam que as pessoas que vivem com HIV hoje, quando em tratamento eficaz, levam uma vida longa e saudável e não podem transmitir o HIV.”

+++ LEIA MAIS: Grammy 2021: 9 músicas para entender DaBaby, rapper destaque do ano [LISTA]


+++ 15 ANOS DE GISELE BÜNDCHEN NA CAPA DA ROLLING STONE BRASIL | ENTREVISTA