O dia que Dave Grohl tomou cogumelo na festa de Natal da família aos 15 anos - e não conseguiu tocar Led Zeppelin

O líder do Foo Fighters relembrou o ocorrido em entrevista a Zane Lowe, da Apple Music

Redação Publicado em 18/12/2020, às 10h47

None
Dave Grohl em 2014 (Foto: Frederick M. Brown / Getty Images)

Em entrevista a Zane Lowe, da Apple Music, Dave Grohl lembrou do dia em que comeu cogumelo numa festa de Natal da família quando tinha 15 anos de idade. Depois, ele conta que passou a noite toda acordado, tentando aprender uma música do Led Zeppelin no violão… Sem sucesso!

Ao longo da conversa, o líder do Foo Fighters explica que cresceu numa casa bem pequena, a “casinha dos Grohl", onde os vizinhos costumavam se reunir nas noites de Natal: “Nós todos apenas sentávamos e ouvíamos música, bebíamos, coisas assim...”

+++LEIA MAIS: Dave Grohl faz versão incrível de 'Hotline Bling', do rapper Drake - e teve até dancinha; assista

“Quando eu tinha 14 ou 15 anos, eu pensei ah, agora estou numa banda de punk rock, meus amigos punk estão vindo. As amigas da minha mãe estão vindo, minha irmã está vindo (...) Quero dizer, nós morávamos num pequeno bairro e todo mundo sabia que deveria vir”, continua Grohl.

Foi então que aconteceu: “Deus, eu não deveria estar contando essa história”, brinca o músico de 51 anos. “Naquele ano, acho que eu tinha uns 15 anos ou algo assim, meu amigo me deu cogumelos de presente de Natal, certo? Eu nunca tinha tomado antes. Então eu pensei ok, eu provavelmente não devo levá-los para a festa, porque todos os amigos da minha mãe vão, certo? Eles são professores da escola que eu frequento, conheço essas pessoas. Há muito tempo.”

+++ LEIA MAIS: 7 atitudes de Dave Grohl que provam como ele é o cara mais legal do rock

Inocente, Grohl pensou que poderia tomar os cogumelos antes do evento e agir normalmente quando chegasse lá. “Eu pensei: ‘Ainda vai demorar um pouco até a festa'. E eu tomei. Eu estava maluco, certo? Tanto que um dos professores da escola me puxou pelo braço e perguntou: 'Você está cheirando cocaína'. Eu fiquei tipo: ‘Não, não’.”

“Depois que todos foram embora, eu fiquei acordado e tentei aprender aquela música do Zeppelin, 'Bron-Y-Aur', aquela coisa acústica, até umas seis da manhã. Eu nunca consegui. Eu pensei que tinha conseguido, mas não consegui”, concluiu.

 


+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes!


+++ PÉRICLES: 'QUEREMOS FAZER O NOSSO SOM, MOSTRAR NOSSA VERDADE E LUTAR POR IGUALDADE' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL