Por que a morte de Voldemort nos filmes de Harry Potter foi tão diferente dos livros? - E poderia ter sido muito pior

A morte do vilão teve um resultado mais dramático em relação à vista nas obras de J.K. Rowling

Redação Publicado em 05/03/2020, às 08h40

None
Ralph Fiennes em Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 1 (Foto: Reprodução Warner Bros.)

Ao longo de oito filmes, a saga Harry Potter se consolidou de vez na história do cinema. Porém, como era de se esperar, a adaptação cinematográfica mudou alguns aspectos dos livros de J. K. Rowling. Uma das principais mudanças foi da morte de Voldemort em Relíquias da Morte: Parte 2, que, em relação ao último livro, foi bem mais dramática.

Nos livros, a morte de Voldemort ocorreu dentro da escola, mais especificamente no Grande Salão De Hogwarts, e todas as horcruxes já haviam sido destruídas, ou seja, ele estava bem enfraquecido. 

+++LEIA MAIS: Harry Potter: Daniel Radcliffe fala sobre o retorno do elenco original para a franquia: 'Estão muito bem sem a gente'

Mas, além disso, Harry sabia que tinha uma outra vantagem em relação ao Lorde das Trevas, pois O Escolhido era o mestre da Varinha das Varinhas, que não pode fazer nenhum mal ao verdadeiro dono e estava na posse de Voldemort.

Quando Aquele-Que-Não-Deve-Ser-Nomeado usa um feitiço de morte contra Harry, a magia sai pela culatra e o vilão chega ao fim da vida.

Já nos filmes, os momentos finais do vilão foram do lado de fora de Hogwarts, onde ele lutava contra Potter e foi interrompido (além de enfraquecido) pela morte da Nagini, que era uma das horcruxes, pelas mãos de Neville Longbottom.

Voldemort é então atingido por um feitiço de Harry e a Varinha das Varinhas vai para as mãos do órfão. Depois disso, Você-Sabe-Quem foi desintegrado dramaticamente. Essa diferença não agradou muito aos fãs dos livros.

+++LEIA MAIS: O que aconteceu com Hermione depois do fim de Harry Potter?

No entanto, a morte de Voldemort poderia ter sido bem diferente, e muito pior, do que foi. De acordo Greg Butler, em entrevista de 2017 ao The Huffington Post, a produção tinha diferentes ideias para o momento, como por exemplo ele viraria “uma forma escurecida de árvore de carvão vegetal em crescimento”. Ainda segundo Butler, eles pensaram em transformar o vilão em “uma espécie de arbusto escurecido com pequenos galhos”.

Uma das maiores reclamações do final de Voldemort foi, além da diferença com o ultimo livro do Harry Potter, que o longa não mostrou como a Varinha das Varinhas funciona de verdade. 


+++ KAROL CONKA NO DESAFIO 'MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO'