Qual o disco do The Who que Pete Townshend mais gosta?

Em entrevista, o guitarrista elegeu os melhores discos da banda

Redação Publicado em 17/07/2020, às 15h34

None
Pete Townshend (Foto: Robb Cohen / Invision / AP)

Em entrevista de 2007 ao JamBase, Pete Townshend, guitarrista do The Who, escolheu os melhores discos da banda.

Ao longo da carreira, o grupo lançou 12 álbuns de estúdio e 14 ao vivo. Com a discografia vasta, o músico não elegeu apenas um projeto. Na verdade, revelou os dois trabalhos mais marcantes para ele, como relembra a Far Out Magazine

+++ LEIA MAIS: Roger Daltrey, do The Who, conta porque Pete Townshend quebrava guitarras nos shows

O primeiro disco comentado pelo artista foi Tommy (1969), o quarto álbum da banda: “É muito bem-sucedido e tem um grande alcance, e provavelmente tem um significado mais profundo do que a maioria dos críticos assume”.

Tommy é um álbum de ópera rock. Ele conta a história de Tommy Walker, uma criança surda, cega e muda - e retrata a jornada de autodescobrimento e mostra as relações dos jovens com familiares.

+++ LEIA MAIS: Por que Pete Townshend, do The Who, odeia tanto tudo relacionado a Led Zeppelin

A segunda escolha de Townshend também é um projeto de ópera rock: Quadrophenia (1973). “É música pura, nada mais, e ainda assim muitas pessoas me disseram que isso reflete algo que eles sentiram [e fez] mudar a maneira como se sentiram sobre o passado”, comentou o artista. 

Quadrophenia é o primeiro disco do grupo composto inteiramente pelo guitarrista. O álbum conta a história do jovem Jimmy, que sai em uma jornada de viagem espiritual.


+++ 15 HISTÓRIAS INACREDITÁVEIS (E REAIS) DE OZZY OSBOURNE