Sylvester Stallone admite que Rambo quase não foi lançado: "Era horrível"

O ator e roteirista tinha sérias dúvidas sobre a qualidade de Rambo: Programado Para Matar

Redação Publicado em 25/09/2019, às 11h04

None
Rambo: Programado Para Matar (Foto: Reprodução)

Durante a divulgação de Rambo: Até o Fim (2019), Sylvester Stallone admitiu que o primeiro filme da saga, Rambo: Programado Para Matar (1982), quase não foi lançado porque "era horrível".

Segundo o ScreenRant, o ator e roteirista tinha algumas dúvidas sobre a qualidade da franquia, que acompanha a trajetória de John Rambo, um veterano do Vietnã. 

Com quase três horas de duração, Stallone revelou que a primeira versão do filme "era horrível". Tão horrível que a indústria não queria colocá-lo nos cinemas.

"Sabe, [Rambo: Programado Para Matar] era um fracasso total. Era tão ruim que eu queria comprá-lo para queimar. Não é uma piada […] Ninguém queria distribuir aquilo", disse ele durante uma entrevista coletiva.

+++ Leia mais: Rambo: Até o Fim é perfeito para o Brasil de hoje: violência gratuita, nenhum diálogo inteligente e estereótipos aos montes [ANÁLISE]

No entanto, para convencer as distribuidoras, as melhores cenas do filme foram compiladas na edição: "Eu cheguei lá e disse 'Rápido, rápido, rápido. Sejam bem vindos. Vocês estão prestes a ver os vinte melhores minutos de todos', quando, na verdade, eu não havia assistido."

"De qualquer forma, quando o exibimos, eu fiquei de queixo caído, pensando 'Meu Deus, o filme funciona mesmo'. E esse foi o começo de tudo", encerrou Stallone.

Rambo: Até o Fim está em cartaz nos cinemas.