Rock in Rio 2019: Claustrofobia e Torture Squad fazem show com participação de Chuck Billy, do Testament

As duas bandas tocaram faixas autorais e clássicos do grupo norte-americano

Igor Brunaldi Publicado em 04/10/2019, às 18h10

None
Claustrofobia no Rock in Rio 2019 (Foto: TINE/I Hate Flash)

No segundo horário, o Palco Sunset do Rock in Rio recebeu duas bandas enquanto o sol ainda ardia forte lá no céu.

Quem se apresentou primeiro foi o trio Claustrofobia, que conta com uma boa base de fãs na Europa Oriental, e o vocalista Marcus D’Angelo aproveitou a oportunidade de tocar por aqui para garantir à plateia que eles amam o Brasil, independente do que dizem por aí.

Depois de algumas faixas, a banda saiu para dar espaço para a segunda atração: Torture Squad, que deu início à apresentação com uma performance de dança executada por uma mulher com o corpo pintado de azul e vestimentas igual a de Kali, uma das divindades dos hinduísmo.

+++LEIA MAIS: Iron Maiden, incansável, e Nervosa, a única banda totalmente feminina do Dia do Metal: o que esperar do 5º dia de Rock in Rio

Esse número de dança puxou a música “Blood Sacrifice”, e depois o grupo liderado por MayaraUndeadPuertas ainda tocou “Raise Your Horns” e “Horror and Torture”.

Em seguida, Claustrofobia retornou ao palco para receber o convidado especial Chuck Billy, famoso por ser vocalista do grupo norte-americano Testament.

O californiano cantou faixas autorais com eles: “Disciples of the Watch” com o trio, depois “Practice What You Preach” com a Torture Squad e, para finalizar, “Electric Crown” com ambas as bandas no palco.


A Rolling Stone Brasil está no Rock in Rio 2019 a convite da Natura Musical