Qual disco Amy Winehouse 'nunca escutou do início ao fim'?

Amy Winehouse deixou um grande legado no mundo da música, mas revelou que nunca escutou o primeiro disco por completo

Mariana Rodrigues (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 01/08/2021, às 10h00

None
Amy Winehouse no Lollapalooza em 2007 (Foto: Roger Kisby/Getty Images)

Amy Winehouse morreu com apenas 27 anos, mas deixou um legado na música suficiente para ser lembrada por diversas gerações. Apesar de ter muitos fãs ao redor do mundo, de acordo com Cheat Sheet, a própria cantora não apreciava um dos discos que gravou.

Infelizmente, Winehouse deixou apenas dois álbuns e nunca sequer ouviu o primeiro, Frank (2003), por completo. No entanto, o motivo não era por conta dos sentimentos profundos traduzidos em canções. Na verdade, a cantora era perfeccionista e detestou o processo de produção do disco.

+++ LEIA MAIS: Vida e morte de uma estrela trágica: Amy Winehouse, 1983 - 2011 [ARQUIVO RS]

Para gravar Frank, Winehouse precisou ceder ao lado comercial da música, algo que odiava. "Alguma coisas nesse álbum me fazem ir para um lugar que é amargo para c**alho," disse ao The Guardian em 2004.

A cantora revelou que quando o disco saiu, se sentia 80% confortável com o resultado e encorajou as pessoas a comprá-lo. No entanto, ela própria não tinha uma cópia. "Nunca ouvi esse álbum do começo ao fim. Não tenho um em minha casa," explicou.

+++ LEIA MAIS: O dia que Amy Winehouse foi presa por bater em dois homens em um bar [FLASHBACK]

Winehouse ficou muito chateada com a equipe da produção de Frank e quando ele chegou ao público, disse: "Não vi mais ninguém da gravadora desde que o disco saiu e sei porque... eles estão com medo de mim. Eles sabem como não tenho respeito por eles."

Também explicou como a empresa fez mudanças - com as quais não concordava - nas canções e não estava satisfeita com a divulgação. "Bem, o marketing foi uma merda, a promoção foi péssima. Tudo estava uma bagunça," disse. 

+++ LEIA MAIS: Juventude, fama e vício: a soma problemática do famoso 'Clube dos 27'

Back to Black (2006), segundo disco da cantora, foi produzido por uma empresa diferente, de acordo com Biography.com. Apesar de uma curta discografia e uma vida turbulenta, Winehouse reconhecia o talento e tinha grandes ambições para o mundo da música. 


+++ 15 ANOS DE GISELE BÜNDCHEN NA CAPA DA ROLLING STONE BRASIL | ENTREVISTA