As 9 melhores protagonistas femininas de séries: de Daenerys de Game of Thrones a Buffy de A Caça-Vampiros

As séries começaram a apresentar figuras bem desenvolvidas, com arcos completos e muito além dos estereótipos

Redação Publicado em 27/03/2020, às 07h30

None
Daenerys, Veronica e Buffy (Foto 1: Reprodução/ Foto 2: Divulgação/ Foto 3: Reprodução)

As histórias que antes eram consagradas por homens, hoje tem personagens femininas as liderando. As séries começaram a apresentar figuras bem desenvolvidas, com arcos completos e muito além dos estereótipos.

Buffy, de Buffy, a Caça-Vampiros, por exemplo, foi apresemtada ao público no final dos anos 1990 como uma jovem sagaz e leal no meio do mundo do terror. Mais recentemente, Daenerys Targaryen, de Game of Thrones, revolucionou a imagem e escrita de personagens mulheres ao se mostrar complexa e multidimensional.

+++ LEIA MAIS: Além de O Exterminador do Futuro e MIB: 6 franquias que se renovaram com personagens femininas

O site ScreenRant selecionou as 9 melhores protagonistas femininas de séries. Confira a lista:


Leslie Knope (Parks & Recreation)

Leslie é o exemplo de personagem carismática, mas que não deixa de ser ambiciosa e determinada. A personagem foi escrita para não ser resumida a simples adjetivos e ter características excludentes.

+++ LEIA MAIS: Os 10 filmes dirigidos por mulheres com maiores bilheterias da história: de Capitã Marvel a Shrek [LISTA]


Veronica Mars (Veronica Mars)

Forte e vulnerável, Veronica sempre ajuda os outros quando ela sente que precisam de justiça ao atuar como detetive. Muitas pessoas se identificam com a personagem, principalmente por causa da personalidade contrastante dela.

+++ LEIA MAIS: Dama de honra de Padmé retornará como heroína no próximo Star Wars?


Annalise Keating (How To Get Away With Murder)

Annalize Keating, personagem interpretada pela incrível Viola Davis, é professora de direito em uma Universidade da Filadélfia. Ao lado de cinco dos alunos, a mentora se envolve em tramas de assassinatos. A personagem é retratada com uma profundidade emocional incrível e foge dos estereótipos. 

+++ LEIA MAIS: Grey’s Anatomy, Scandal e HTGAWM: 9 séries para entender o universo de Shonda Rhimes


Buffy Summers (Buffy The Vampire Slayer)

Buffy mudou o estigma das 'mocinhas' em produções de terror. Durante as temporadas da série, acompanhamos o desenvolvimento dela sem deixar de enxergar toda a história pela qual passou.

+++ LEIA MAIS: 8 filmes de terror dirigidos por mulheres que você precisa assistir [LISTA]


Daenerys Targaryen (Game Of Thrones)

Apesar do destino polêmico de Daenerys, a personagem foi uma das mais icônicas já vista na TV. De atos heróicos a atitudes manipulativas, a Rainha mostrou uma complexidade ainda não explorada em séries.

+++LEIA MAIS: Emilia Clarke ainda se diz chateada e não entende as reações ao final de Game of Thrones


Selina Meyer (Veep)

A vice-presidente Selina Meyer, interpretada pela ex-Seinfeld Julia Louis-Dreyfus, mostrou como personagens femininas em séries de comédia vão além dos estereótipos e banalizações. 

+++LEIA MAIS: Sem Friends e The Office, Netflix compra os direitos de Seinfeld


Liz Lemon (30 Rock)

Também na comédia, Liz Lemon não é retratada como perfeita ou sempre coesa. Como na vida real, a personagem é mostrada com diferentes facetas e não é resumida a poucos aspectos.

+++ LEIA MAIS: 3 motivos para Aves de Rapina ser o melhor filme sobre mulheres da DC - e 3 para ser Mulher-Maravilha


Eve Polastri (Killing Eve)

O site relembra como Eve é uma "personagem fictícia inteligente, realista e bastante comum, mas com um desejo de uma vida extraordinária".

+++ LEIA MAIS: 8 diretoras que fizeram história no cinema brasileiro: de Petra Costa com Democracia em Vertigem a Renata Pinheiro com De Pernas pro Ar


Miriam ‘Midge’ Maisel (The Marvelous Mrs. Maisel)

Nos anos 1950, Maisel começa a carreira na comédia em um cenário dominado por homens. A personagem é retratada com muitas camadas e o público consegue seguir todo o arco de desenvolvimento dela.

+++ LEIA MAIS: 9 mulheres que mudaram a história da música

 


+++ CORONAVÍRUS: DEVEMOS REALMENTE CANCELAR SHOWS E EVENTOS?