Arya Stark seria Azor Ahai e por isso matou o Rei da Noite, diz teoria sobre novos livros de Game of Thrones

Os romances vão mostrar que a filha de Ned Stark é a escolhida de uma profecia para matar o vilão

Redação Publicado em 02/01/2020, às 11h55

None
Maisie Williams como Arya em Game of Thrones (foto: reprodução HBO)

Uma teoria de Game of Thrones sugere que a controversa decisão da série de Arya Stark matar o Rei da Noite será apoiada pelos próximos romances de As Crônicas de Gelo e Fogo, escritos por George R.R. Martin. A informações são do jornal Express UK.

Os livros falam de uma profecia do Azor Ahai, o Príncipe que Foi Prometido. Ele foi um guerreiro lendário que viveu milênios antes dos eventos de  Game of Thrones e combateu os Caminhantes Brancos, e que reencarnaria para matar o Rei da Noite definitivamente.

+++LEIA MAIS: Fãs percebem conexão curiosa entre The Witcher e o Rei da Noite, de Game of Thrones

Apesar da produção da HBO quase não abordar a profecia do príncipe (ou quem sabe princesa), parece que Arya matou o Rei da Noite por ser a escolhida. 

A conexão entre Arya e Melisandre, a sacerdotisa do deus fogo, que diz que a menina seria responsável por “fechar olhos de diferentes cores” seria apoiada pela profecia do Azor Ahai, e seria pelo menos um desfecho dos livros que se igualaria a série.

+++LEIA MAIS: 10 resoluções de ano novo inspiradas Game of Thrones [LISTA]

O sexto livro de As Crônicas de Gelo e Fogo irá se chamar The Winds of Winter (ainda sem título em português) já sofreu vários atrasos, porém Martin diz que ele estará pronto até agosto de 2020.


+++ CORUJA BC1: 'FAÇO MÚSICA PARA SER ATEMPORAL E MATAR A MINHA PRÓPRIA MORTE'