Briga entre Charlize Theron e Tom Hardy tornou Mad Max "difícil demais", revela dublê

Mad Max: Estrada da Fúria foi lançado em maio de 2015

Redação Publicado em 24/07/2020, às 12h04

None
Mad Max: Estrada da Fúria (Foto: Reprodução/Warner Bros. Pictures)

Mad Max: Estrada da Fúria, dirigido por George Miller, estreou, nos cinemas brasileiros, no dia 14 de maio de 2015, foi um grande sucesso de público crítica e foi indicado a 10 Oscars, dos quais ganhou seis. No entanto, as duas estrelas do filme, Charlize Theron e Tom Hardy, não se davam bem no set e tornaram o processo "difícil demais", revelou dublê do filme ao Metro.

Dayna Grant, dublê de Charlize Theron em Estrada da Fúria, revelou que ela ficava no lugar da atriz quando ela e Tom Hardy precisavam ficar no mesmo ambiente, assim como o dublê do ator contracenava com Theron. "Foi difícil porque, obviamente, eu tive que passar um tempo com os dois e eles não queriam ficar juntos", disse.

+++LEIA MAIS: Os Simpsons recria capas de discos clássicos de rock; veja as melhores

A bublê também falou que a tensão entre os dois astros existia desde o começo das filmegens. Grant adicionou: "Disseram-nos para que tentássemos fazer isso funcionar o máximo possível, o que era desafiador, porque geralmente nós estamos todos em um grande grupo e trabalhando juntos, enquanto estávamos meio que separados".

Em entrevista ao New York Times, Tom Hardy falou sobre o conflito dele com Charlize Theron. O ator confessou que estava "com a cabeça pirada" enquanto filmava para conseguir "se sair melhor na situação".

+++LEIA MAIS: Os principais mistérios que Matrix 4 precisa explicar

Theron disse que não tinha muita empatia com a pressão que Hardy passou para substituir Mel Gibson e afirmou sobre "tudo se resumir a sobrevivência" aos dois artistas.


+++ FREJAT: O DESAFIO É FAZER AS PESSOAS SABEREM QUE O DISCO EXISTE