Chefe da DC no cinema teria causado a saída de Ben Affleck do Batman - além do divórcio e problemas com álcool

Ele e Geoff Johns teriam entrado em conflito sobre o tom "sombrio" do filme

Redação Publicado em 21/02/2020, às 10h49

None
Ben Affleck como Batman (Foto: Reprodução)

A década de 2010 foi difícil para Ben Affleck. Claro, ele conquistou um Oscar de Melhor Filme por Argo em 2013, mas, além disso, ele foi o Cavaleiro das Trevas mais divisivo de todos os tempos, se separou de Jennifer Garner e voltou a beber.

O Batman de Affleck estreou nos cinemas em 2016, com Batman vs Superman. Pouco tempo depois, a DC passou a desenvolver um filme solo do Homem-Morcego, que seria não apenas estrelado, mas também dirigido pelo artista. Até que ele abandonou o projeto sem cerimônia. 

+++LEIA MAIS: Fãs do Batman de Ben Affleck odiaram o visual de Robert Pattinson para o novo filme

Embora ele tenha se aberto sobre o assunto anteriormente, boatos sobre o desenvolvimento turbulento do filme começaram a circular pela internet. De acordo com o Film Gob, quando Geoff Johns assumiu a produção executiva da DC, os dois teriam entrado em conflito sobre o tom do filme. 

Como o público não pareceu muito interessado pela natureza sombria das produções anteriores do estúdio, Johns argumentou que o roteiro de Affleck se aproxima demais da escuridão, e que o filme deveria ser mais otimista em sua abordagem. 

+++ LEIA MAIS: The Batman: data de estreia, elenco, história e tudo o que sabemos sobre o filme de Robert Pattinson 

A reação negativa ao Liga da Justiça, o divórcio, os problemas com álcool; tudo parecia demais para o ator, que saiu do projeto no final do dia.

Ben Affleck irá voltar aos cinemas com o drama O Caminho deVolta, um drama sobre um treinador de basquete que luta contra o alcoolismo e a depressão, com estreia marcada para dia 5 de março.

+++ LEIA MAIS: Batman do Ben Affleck queria explorar os pesadelos do Asilo Arkham

 


+++ SESSION ROLLING STONE: RUBEL TOCA MANTRA