Zack Snyder foi responsável por apenas 10% das cenas de Liga da Justiça

Cresce o movimento que pede por uma versão com cenas do diretor original; Ben Affleck (Batman) e Gal Gadot (Mulher-Maravilha) são a favor da reedição

Redação Publicado em 06/12/2019, às 19h46

None
Jason Momoa, Gal Gadot, Ezra Miller e Ray Fisher em Liga da Justiça (Foto: Reprodução)

Fabian Wagner, cabeça da cinematografia de Liga da Justiça(2017) revelou que apenas 10% do trabalho de Zack Snyder, responsável por assinar a direção do longa da DC Comics, foi usado no corte final da produção. A informação é do Screenrant, que tem um vídeo de uma coletiva do dia 3, terça. 

A declaração vem em frente ao movimento recente que pede que o filme seja relançado apenas com cortes de Snyder - que, embora seja creditado como diretor, abandonou a cadeira um mês depois do começo das filmagens, depois que a filha de 20 anos, Autumn, suicidou-se.

+++ LEIA MAIS: Zack Snyder planejava a morte do Batman em trilogia de Liga da Justiça; entenda

Depois dele se afastar da produção de Liga da Justiça, Joss Whedon atuou como diretor, principalmente em refilmagens (quase 80 minutos do filme foram refeitos) e cenas adicionais - essas foram escolhidas na pós-produção para integrar o filme oficial.

Com as trocas e confusão, Liga da Justiçaacabou sendo um filme potencialmente confuso e incoerente. Isso se refletiu nas críticas especializadas, um tanto negativas, e também na recepção do público, a quem o longa não agradou.

+++ LEIA MAIS: Responsável por Ben Affleck como Batman, Zack Snyder opina sobre chegada de Robert Pattinson

Mesmo assim, a Warner Bros revelou não ter interesse em lançar uma versão com as filmagens de Snyder - para desagrado de Wagner e também de alguns nomes do elenco que queriam um novo filme, como Ben Affleck (Batman) e Gal Gadot (Mulher-Maravilha).

+++ SCALENE SOBRE RESPIRO: 'UM PASSO PARA TRÁS, RESPIRAR E VER AS COISAS DE UMA FORMA NOVA'