Com Bohemian Rhapsody, Queen é mais rico hoje do que nos tempos de Freddie Mercury

Fortuna da banda ultrapassou, inclusive, a da rainha Elizabeth II

Redação Publicado em 07/05/2019, às 14h24

None
Rami Malek como Freddie Mercury em Bohemian Rhapsody (Foto: Reprodução)

Desde o lançamento da cinebiografia Bohemian Rhapsody no final de 2018, o Queen recebeu grandes atenções e um enorme crescimento de sua popularidade atual. Mas não foi só isso que cresceu: suas contas bancárias também.

De acordo com a Rich List 2019 [Lista dos Ricos] do Sunday Times, o valor acumulado por Brian May, Roger Taylor e John Deacon atualmente é de £ 445 milhões (mais de R$ 2 bilhões). É o maior capital da banda desde o seu início.

+++ Fãs estão indignados pela derrota do Queen para o Imagine Dragons como melhor banda de rock 

 E apesar de Freddie Mercury não estar mais vivo, seu nome também recebeu uma quantia de R$ 200 milhões dos direitos do filme. O dinheiro foi para Mary Austin, ex-esposa e herdeira de grande parte da fortuna do cantor, e também de 50% dos seus ganhos póstumos. 

A banda agora acumula mais do que a rainha britânica, Elizabeth II. A fortuna da monarca é estimada em £ 370 milhões (cerca de R$ 1,9 bilhão).

+++ Freddie Mercury queria ser enterrado em segredo para não ser desenterrado por fãs depois 

A estimativa é que o Queen continue bem de vida no decorrer de 2019. O esperado é que cada um dos membros ganhe cerca de R$ 129 milhões, acumulando quase R$ 400 millhões na soma. 

Boa parte dessa grana vem dos direitos autorais de Bohemian Rhapsody. A bilheteria do filme acumulou mais de R$ 3 bilhões de reais mundialmente, de acordo com o Variety. Com isso, consagra-se entre os 100 filmes com melhor bilheteria, colocando-se no 53º lugar, ficando imediatamente à frente de Harry Potter e o Cálice de Fogo e atrás de Shrek 2.

+++ Guitarrista do Queen revela hobby favorito de Freddie Mercury 

Com tanto sucesso, os integrantes do Queen estão animados para uma sequência. Rudi Dolezal, cineasta responsável por diversos vídeos da banda, disse ao Page Sixque o tópico é frequente nas conversas, e o filme começaria a partir do Live Aid, apresentação icônica do grupo mostrada no final do Bohemian Rhapsody

+++ Cheia de amor, Cynthia Luz se posiciona como dona da voz (rouca) em ascensão do pop e R&B nacional