Com tramas e personagens interessantes, Sombra e Ossos mergulha no universo potente da fantasia [REVIEW]

Nova surpreendente série de fantasia do streaming chegou ao catálogo nesta sexta, 23, e é a melhor aposta no gênero desde The Witcher

Isabela Guiduci Publicado em 23/04/2021, às 10h00

None
Sombra e Ossos (Foto: Reprodução/Divulgação)

Com excelência, a Netflix lança a nova série de fantasia do catálogo, nesta sexta, 23 de abril. Muito bem-construída e desenvolvida, Sombra e Ossos traz uma história mágica e completamente envolvente que deixa você fissurado na tela ao longo dos 50 minutos de cada um dos oito episódios. A produção é a melhor aposta do streaming no gênero desde The Witcher, estrelada por Henry Cavill.

Baseada nos livros da Trilogia Grisha, escrita por Leigh Bardugo, Sombra e Ossos narra a história do Reino de Ravka, não muito diferente da Rússia Imperial. Há milênios, o local está dividido em dois por conta de uma assustadora barreira repleta dos pavorosos e mortais, Volcras.

+++LEIA MAIS: 5 motivos para assistir Amor e Monstros, filme da Netflix indicado ao Oscar 2021 [LISTA]

É neste universo caótico que vive Alina Starkov, interpretada por Jessie Mei Li. A jovem é uma órfã e talentosa cartógrafa que foi recrutada pelo Primeiro Exército, liderado por Darkling (Ben Barnes), para acompanhar os Grishas, figuras mágicas as quais devem combater as forças malignas. 

Sem ser testada quando criança, Alina Starkov não faz ideia sobre as próprias habilidades neste universo mágico. Para ela, o talento pessoal é, de fato, a cartografia. No entanto, após uma apavorante missão, descobre não ser exatamente quem acreditava ser - e é este o principal motor da história. 

+++LEIA MAIS: Os 50 lançamentos da Netflix para maio de 2021: Lucifer, Quem Matou Sara, Outlander e mais [LISTA]

Devido aos nomes de tantas criaturas mágicas, desconhecidos para aqueles que não leram os livros, o começo da série pode parecer um pouco confuso e perdido. Por conta da separação do Reino de Ravka, diversas narrativas são desenvolvidas em simultâneo - e muitos personagens são apresentados logo de cara. 

Apesar da significativa quantidade de informações, rapidamente apresentadas, a narrativa começa a se desenvolver lentamente e os primeiros eventos demoram a fazer sentido. Gradualmente, as histórias e personagens passam a se conectar e dar forma à totalidade de Sombra e Ossos.

+++LEIA MAIS: Amou Doces Magnólias? Conheça Família em Concerto, novo sitcom musical da Netflix

Não demora para o público ficar fascinado com as diversas narrativas que caminham juntas, no entanto. Ao revisitar as várias histórias trazidas nos livros, a série apresenta uma ficção extremamente curiosa e consegue adaptá-las para os episódios de maneira impecável e assustadoramente deliciosa. 

Em uma mescla de flashbacks e de cenas entre os diferentes lugares do Reino, a temporada se aprofunda nas singularidades dos protagonistas e respectivos arcos narrativos, que, posteriormente, seguem um ritmo acentuado e agitado.

+++ LEIA MAIS: Quanto a Netflix gasta fazendo séries em um ano? Empresa revela orçamento de 2021

Além do interessante universo de Alina Starkov e do General Kirigan (Darkling), acompanhamos a aventura igualmente apavorante de Kaz Brekker e da equipe dele e os eventos caóticos de muitos personagens - espalhados por toda a Ravka. 

Combinados às narrativas, os efeitos visuais de Sombra e Ossossão igualmente incríveis e brilhantes - realmente brilhantes em diversos momentos -, e potencializam as aventuras dos personagens. As criaturas e forças mágicas contam com um design moderno que faz jus às descrições dos livros.

+++ LEIA MAIS: Netflix voltou a filmar no mundo todo, 'menos no Brasil e Índia' por falta de vacina contra coronavírus

Com uma ótima trilha sonora, grandes cenários, excelentes efeitos visuais, figurinos e uma fotografia de tirar o fôlego, a série é uma grande produção original da Netflix. As cenas conseguem levar os espectadores em um mergulho intenso por este universo de fantasia surpreendentemente potente.

Os desempenhos dos protagonistas são espetaculares, com destaque para Ben Barnes como Darkling, Jessie Mei Li como Alina Starkov e Freddy Carter como Kaz Brekker. Os três são os principais responsáveis por guiar a narrativa ao longo dos episódios e cumprem grandiosamente este papel.

+++LEIA MAIS: 3 motivos para assistir Festival Eurovision da Canção: A Saga de Sigrit e Lars, indicado ao Oscar 2021

Adaptado junto de Leigh Bardugo e com produção da escritora original, a série se atentou em não repetir clichês ultrapassados ou reproduzir diversas questões sexistas trazidas nos livros. Ao acertar na decisão, o seriado apresenta uma versão ainda melhor e mais expressiva de cada um dos protagonistas. 

Algumas delicadas temáticas do passado, as relevantes amizades e um romance tentador dão um respiro para intensidade - às vezes um pouco exaustiva - da narrativa principal. Muitas vezes, as aventuras também são mescladas com níveis de comicidade para dar uma folga nessa complexidade.  

+++LEIA MAIS: Disney + pode ultrapassar a Netflix e se tornar a maior plataforma de streaming do mundo

Sombra e Ossosé um ousado, divertido e contemporâneo mundo mágico. Todos os detalhes muito bem-arquitetados mostram a preocupação da Netflix em entregar uma produção de alto nível. Possivelmente, é uma forte aposta do streaming para bater de frente com Game of Thrones

Inspirado nas tramas alucinantes e nos interessantes personagens dos livros, Sombra e Ossos mergulha no universo potente da fantasia e explora o gênero com muita competência. Junto de The Witcher, a produção é o principal acerto do streaming neste estilo de narrativa de ficção. 

+++LEIA MAIS: As 7 séries de fantasia mais caras dos últimos anos

Embora seja cedo para concluir, a série pode, eficientemente, ganhar novas temporadas e até spin-offs por apresentar um universo grandiosamente expansivo. Certamente, a produção também deve representar mais um sucesso de audiência poderoso do serviço de streaming.

Com mais acertos que erros, Sombra e Ossostem o magnetismo necessário para deixar o público completamente envolvido e intrigado com a história - é uma série certeira para curar os vazios deixados pela quarentena. A primeira temporada já está disponível na Netflix

+++LEIA MAIS: Virgin River supera The Mandalorian entre as produções mais assistidas dos streamings nos EUA; veja lista


+++ HAIKAISS | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL