George Lucas supostamente precisou reeditar Star Wars: A Ascensão Skywalker para salvar a qualidade do filme [SPOILERS]

Rumores divulgados por um YouTuber afirmam que a primeira versão do filme, exibida em uma sessão fechada, foi amplamente criticada

Redação Publicado em 11/11/2019, às 11h15

None
Star Wars - A Ascensão Skywalker (Foto: Reprodução Disney/ Lucasfilm)

Atenção: o texto a seguir contém spoilers de Star Wars: A Ascensão Skywalker

Recentemente, rumores apareceram e têm circulado a internet sobre o tanto de trabalho que a Disney teve para melhorar a qualidade de Star Wars: A Ascensão Skywalker, novo filme da saga que estreia nos cinemas brasileiros em 19 de dezembro.

De acordo com a informação divulgada pelo site We Got This Covered, um YouTuber não revelado compareceu a uma das primeiras exibições fechadas do longa, e contou que a reação da plateia (segundo ele composta por fãs incondicionais, espectadores casuais da série e pessoas que apenas sabiam o que era Star Wars) foi majoritariamente negativa. Isso fez com que Bob Iger, CEO da Disney, exigisse do diretor J.J. Abrams mudanças significantes e até precisou chamar George Lucas para intervir na produção.

+++Leia mais: Teoria sobre Star Wars: A Ascensão Skywalker explica como Palpatine sobreviveu à queda do Império

Aparentemente, o grande problema com o filme estava no terceiro ato (parcela final), no qual Rey luta contra o Imperador Palpatine e derrota o vilão quase sem precisa se esforçar, momento que arrancou risada de quem estava presente.

Por causa disso, Iger, presente na sala de cinema, pediu um novo corte do longa, que depois também foi exibido em sessão exclusiva e recebeu um retorno um pouco mais positivo do que a anterior. Um dos pedidos específicos do executivo foi que o diretor trouxesse de volta, de alguma forma, Anakin e Luke.

+++Leia mais: Keanu Reeves é cotado para nova trilogia de Star Wars pela Lucasfilm, diz site

Mas a história não para por aí.

Não completamente satisfeito, e com o objetivo de melhorar ainda mais o produto final, o CEO ainda pediu para George Lucas dar uma força. De acordo com os rumores, o cineasta incorporou elementos das duas versões anteriores e editou o desfecho, além de surpreendentemente introduzir um novo (ou uma nova) Skylwalker.