Pulse

Homem-Aranha: Marvel apresenta versão sombria da tia May no Aranhaverso; entenda

Nesta edição, a família Parker revela uma moralidade completamente obscura, adotando para si a escuridão do mundo

Redação Publicado em 27/11/2019, às 09h05

None
(Foto: Reprodução)

[Atenção! Esta publicação pode conter spoilers de Homem-Aranha: No Aranhaverso #2]

O multiverso da Marvel está cheio de versões diferentes de quase todos os personagens que já participaram dos quadrinhos. Contudo, uma das reinvenções mais surpreendentes de qualquer um deles acabou de aparecer em Homem-Aranha no Aranhaverso #2.

+++ LEIA MAIS: Marvel e Sony fecham acordo e Homem-Aranha volta para o MCU

Na HQ de Ryan North, Pere Perez, Jordi Tarragona Garcia e Marte Gracia, outra visão da tia May é apresentada - e pode ser bastante assustadora.

A nova série do Aranhaverso conta que, em dado momento da história, May Parker foi confrontada por visitantes de outra realidade, de certa forma distorcida. Assim, a família Parker revela uma moralidade sombria, dando a entender que eles adotaram para si a escuridão do mundo.

+++LEIA MAIS: J.J. Abrams inova ao apresentar novo Homem-Aranha da Marvel Comics

Em vez de ser mordida por uma aranha radioativa e salvar o mundo (como acontece em Spider-Ma'am), a tia May se conectou com um dos inimigos mais psicopatas do Homem-Aranha, o Carnificina, tornando-se uma serial killer muito superpoderosa.

Nesta edição, Miles Morales e Spider-Ma'am tentam conter as versões vilãs deles mesmos por tempo suficiente para que Peter Parker descubra como trazer a tia May de volta à realidade.