Marilyn Manson foi jornalista antes da fama - e escreveu primeiro artigo sobre a própria banda

O artista entrevistou nomes como Debbie Harry e Red Hot Chili Peppers

Redação Publicado em 04/07/2020, às 10h00

None
Marilyn Manson em 2003 (Foto: Jon Kopaloff/Getty Images)

Marilyn Manson, antes de ser conhecido pela excentricidade e música, tentou uma carreira como jornalista e escritor. A primeira matéria sobre a banda do artista, Marilyn Manson and the Spooky Kids, foi assinada por Brian Warner, nome de nascença do cantor.

"Quando você tem amigos, forma uma banda. Quando não tem, escreve", explicou na biografia Long Hard Road Out of Hell. Os primeiros textos eram poesias ou contos enviados para revistas especializadas em terror, ateísmo ou pornografia, como Penthouse, mas o trabalho do jovem não foi publicado nas primeiras tentativas.

+++ LEIA MAIS: 5 artistas que não existiriam sem David Bowie: Marilyn Manson, Madonna e mais

A experiência como jornalista cultural começou no jornal da faculdade, no final dos anos 1980, no qual publicou uma review do show do Jane's Addiction. Mais tarde, escreveu para veículos locais da Flórida: um guia de entretenimento e a revista 25th Parallel.

Alguns anos depois, Manson perdeu interesse pela área. "Estava frustrado com jornalismo musical. O problema não estava nas revistas ou na minha escrita, mas nos próprios artistas", contou. "Cada nova entrevista me deixava mais desiludido. Ninguém tinha nada a dizer".

Entre os artistas entrevistados por Manson, estavam nomes como Debbie Harry e Red Hot Chili Peppers. "Senti que deveria responder perguntas ao invés de fazê-las. Queria estar do outro lado da caneta", continuou.

Antes de abandonar a carreira jornalística, porém, o artista escreveu sobre a própria banda. "O primeiro artigo sobre Marilyn Manson foi escrito por Brian Warner. E ele não entendeu nada do que eu queria fazer", brincou na biografia.


+++ RAEL | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO