Mick Jagger revelou que Rolling Stones ficaram ‘doentes de inveja’ dos Beatles em discurso de 1988

O cantor foi responsável por fazer o discurso de apresentação de Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr no Hall da Fama, na década de 1980

Redação Publicado em 11/06/2020, às 12h24

None
Beatles (Foto: AP) e Rolling Stones (Foto: Reprodução)

Mick Jagger já contou que os Rolling Stones ficaram “doentes de inveja” dos Beatles. O cantor revelou a curiosidade durante o discurso de introdução do Fab Four, que já não contava com mais com John Lennon, no Hall da Fama, em 1988. 

De acordo com o Express UK, o vocalista dos Rolling Stones disse que os colegas invejavam o fato dos Beatles terem conseguido um contrato com uma gravadora antes deles. 

+++ LEIA MAIS: Qual capa dos Rolling Stones trazia uma mensagem escondida sobre os Beatles?

“Os Stones estavam tocando nesses pequenos clubes de Londres.”, disse Jagger. “[Nós estávamos apresentando] músicas do Chuck Berry, blues e outras coisas. E nós éramos muito desalinhados e pensávamos que éramos animais totalmente únicos”

Ele completou: “Quero dizer, não havia ninguém como nós. E, então, nós ouvimos que havia um grupo de Liverpool [...] Esse grupo, eles tinham cabelos longos, roupas desalinhadas, mas tinham um contrato com gravadora”. 

Jagger também disse que, apesar dos conflitos, os Beatles tiveram grande influência na trajetória dos Stones, principalmente por causa da música “I Wanna Be Your Man”, composta pelo Fab Four para a banda de Londres.

+++ LEIA MAIS: Beatles, Pink Floyd e Bob Marley: os 10 discos de vinil mais vendidos da década de 2010 [LISTA]

“E eles tinha uma canção nas paradas musicais com uma gaita de blues chamada ‘Love Me Do’”, começou o músico. “Quando eu ouvi a combinação de todas as coisas, eu quase fiquei doente […] Nós tínhamos muita rivalidade e um pouco de fricção nos primeiros anos, mas nós sempre terminávamos amigos e eu gosto de pensar que ainda somos”.  

Por fim, Jagger disse: “Nós somos gratos pela [canção ‘I Wanna Be Your Man’], porque ela realmente nos revelou na Inglaterra [...] O exemplo do jeito que eles escreveram e o jeito original que eles criavam música não foi perdido”.


+++ DELACRUZ | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO