O dia em que Beavis and Butt-Head curtiram o som do Nine Inch Nails [VÍDEO]

Os personagens da animação passaram boa parte do clipe batendo cabeça ao ouvir a banda

ANDY GREENE, ROLLING STONE EUA Publicado em 16/01/2020, às 17h57

None
Beavis and Butt-Head e Trent Reznor (Foto1: Reprodução/Aceshowbiz / Foto 2: MRossi/Divulgação)

Não havia muito espaço para os fãs do rock pesado e do heavy metal no Hall da Fama do Rock 2020, já que Judas Priest, Motörhead e Soundgarden foram todos excluídos. Uma grande exceção foi a inclusão do Nine Inch Nails. Trent Reznor ficou mais surpreso com isso do que qualquer pessoa.

“Estou em choque”, disse o músico para a Rolling Stone EUA depois de saber a novidade. “Quando olho para trás sobre como o Nine Inch Nails é recebido, sempre parece que caímos entre as rachaduras ou não estamos nessa categoria ou “nessa coisa”. Não sei se é um mecanismo de defesa, mas apenas assumi que ficaríamos nessa categoria, por isso estou agradavelmente surpreso ao nos ver reconhecidos. Parece muito bom".

+++ LEIA MAIS: Trent Reznor está 'muito assustado' com indução ao Hall da Fama do Rock 2020

Nine Inch Nails tem uma audiência cult enorme e continua a ser headliner de festivais e ter arenas lotadas quando saem em turnê. No entanto, a cultura mainstream não tem dado muita atenção para a banda desde a metade dos anos 1990, quando o disco The Downward Spiralintroduziu para os adolescentes de toda América a música industrial. Trent Reznor se tornou na época uma estrela improvável da MTV.

Semanas depois do lançamento da faixa “March of the Pigs”, em fevereiro de 1994, o vídeo até apareceu na TV da animação Beavis and Butt-Head. Os personagens passaram boa parte do clipe batendo cabeça, comentando sobre as “calças brilhantes” de Reznor e reclamando que a parte “isso não te faz se sentir melhor” era muito suave. 

+++ LEIA MAIS: Nine Inch Nails tem crescimento absurdo depois de aparecer em Black Mirror

“Essa parte da música é uma droga”, disse Butt-Head. “Esses caras precisam apenas se concentrar no rock.”

Reznorpercorreu um longo caminho desde aqueles dias. Agora, ele é pai de cinco filhos, um estadista mais velho rock e o criador de algumas das trilhas sonoras mais aclamadas da última década do cinema. Ele inclusive chegou a  ganhar um Oscar pelo trabalho em A Rede Social (2010). 

+++ LEIA MAIS: Trent Reznor divulga cover de música clássica de David Bowie para trilha de Watchmen; ouça

No entanto, na cerimônia de indução do Hall da Fama de maio, o antigo Trent se libertará na hora de tocar alguns dos clássicos da banda. E Beavis e Butt-Head, onde quer que estejam hoje em dia, certamente ficarão encantados.

Assista ao vídeo:


+++ CORUJA BC1: 'FAÇO MÚSICA PARA SER ATEMPORAL E MATAR A MINHA PRÓPRIA MORTE'