Olivia Munn revela problemas com Bryan Singer durante filmagem de X-Men: Apocalipse

Diretor também foi problemático em outras produções

Redação Publicado em 29/04/2020, às 11h03

None
Olivia Munn como Psylocke (Foto: Divulgação)

Bryan Singer, responsável por dirigir boa parte dos filmes dos X-Men, é conhecido por não ser um péssimo profissional, tanto que ele foi demido da direção de Bohemian Rhapsody, foi acusado de assédio sexual e foi processado porque ele teria abusado de dois menores de idade, mas ambos os casos foram dispensados. Em conversa com a Variety, Olivia Munn revelou problemas com o cineasta durante filmagens de X-Men: Apocalipse.

A atriz falou sobre o diretor ter se afastado das gravações do filme por causa de um problema na tireoide, o qual ele tratou em Los Angeles, mas, segundo ela, teria sido melhor ele ir no médico em Montreal, Canadá, onde eles filmavam o longa.

+++LEIA MAIS: O que Joaquin Phoenix se recusou a fazer quando interpretou Jesus Cristo?

"Quando filmamos X-Men, eu havia participado de um filme enorme como esse antes. Eu não sabia o que era certo ou errado, mas sabia que parecia estranho que Bryan Singer pudesse verificar e dizer que tinha um problema na tireóide", disse.

Munn continuou: "Em vez de ir a um médico em Montreal, que é uma cidade de alto nível, ele disse que tinha que ir para Los Angeles. E ele se foi por cerca de 10 dias na minha lembrança. E ele disse: 'Continue. Continue filmando'. Estaríamos no set, eu me lembro de uma grande cena que teríamos, e voltávamos do almoço e então um dos assistentes de Bryan aparecia e nos mostrava um telefone celular com uma mensagem de texto".

+++LEIA MAIS: Snoop Dogg debocha de Trump e da injeção de desinfetante em post hilário

A atriz nunca acreditou que essa atitude fosse algo normal, assim como outras pessoas envolvidas no filme. "As outras pessoas que pensaram que não era normal seriam pessoas de alto nível, pessoas que tomam decisões sobre contratar ou não essa pessoa. Acabaram por descobrir que é realmente estranho e não estava tudo bem", afirmou.

Olivia Munn foi finalizar a fala e aproveitou para dar uma alfinetada em Bryan Singer:
"Fox ainda dá para ele [a direção de] Bohemian Rhapsody, e todos sabemos o que aconteceu".

+++LEIA MAIS: Assista à versão alternativa brutal da morte da Viúva Negra em Vingadores: Ultimato [VÍDEO]

As polêmicas que envolvem Singer não param por aí. Em 2017 e 2019, o nome do cineasta foi removido de uma indicação do BAFTA por Bohemian Rhapsody, e a GLAAD Media Awards retirou o filme da lista de uma das categorias principais.


+++ RUBEL | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL