Os 5 vilões mais terríveis da Pixar: Toy Story, Monstros S.A. e mais [LISTA]

Apesar das histórias mágicas e inspiradoras, muitos vilões se mostraram cruéis demais - até mesmo para crianças

Mariana Rodrigues (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 15/05/2021, às 12h00

None
Toy Story 3 (Foto: Divulgação / Pixar)

A Pixar é conhecida por criar histórias emocionantes e com personagens envolventes para todas as idades. Dos brinquedos de Toy Story (1995) às adoráveis criaturas de Monstros S.A. (2001), o estúdio encantou gerações ao longo dos anos.

No entanto, nem só de finais felizes vivem esses filmes. Vilões são essenciais em qualquer trama e, apesar da Pixar ter uma grande audiência do público infantil, ela não poupou esforços na hora criar personagens perversos. 

+++ LEIA MAIS: As 5 animações mais tristes da Pixar: de Toy Story 3 a Viva - A Vida É uma Festa [LISTA]

Confira o ranking dos piores violões da Pixar, de acordo com o Screen Rant.


Lotso - Toy Story 3 (2010)

Apesar da aparência de bichinho de pelúcia enganar, ao longo de Toy Story 3 fica claro como a creche Sunnyside é uma prisão e Lotso é o diretor. Abandonado pela antiga dona, vê crianças como seres ruins e acredita que os brinquedos não valem nada.

+++ LEIA MAIS: Todos os filmes da Pixar, do pior ao melhor, segundo site

Quando Woody e os amigos tentam contrariar as regras do urso, Lotso dá um jeito de se livrar deles. No entanto, o plano não dá certo e todos vão para o lixão. Quando a pelúcia consegue escapar, em vez de ajudar os outros brinquedos, decide assistí-los queimarem no incinerador. 


Henry J. Waternoose - Monstros S.A. (2001)

Apesar de começar o filme como uma espécie de mentor para Sully, quando vê a própria empresa ameaçada Henry J. Waternoose decide mostrar a verdadeira face. Está disposto a fazer tudo pela Monstros S.A., até mesmo usar o Extrator de Gritos de Randall. 

+++ LEIA MAIS: 6 curtas emocionantes da Pixar para assistir no Disney +

Em uma das cenas, a cruel frase "sequestrarei mil crianças antes de deixar essa empresa acabar!" é filmada e exposta a todos, resultando na prisão do monstro.


Síndrome - Os Incríveis (2004)

Síndrome é um dos vilões mais sombrios da Pixar. Após passar anos admirando - e sendo ignorado - por super-heróis, transforma-se em um ser perverso, o qual atrai os antigos ídolos para uma ilha para matá-los.

+++ LEIA MAIS: Jamie Foxx sobre ser primeiro protagonista negro da Pixar em Soul: ‘Ótima sensação’

Com isso, o personagem transformou Os Incríveis no primeiro filme do estúdio com classificação PG, ou seja, recomendado para crianças apenas acompanhadas de responsáveis.


Mor'du - Valente (2012)

Além de ter uma das aparências mais assustadora da Pixar,Mor'du também tem uma história sombria por trás da forma de urso. Quando era príncipe, não aceitou a divisão de poder feita pelo pai e foi até a bruxa para pedir a força de 10 homens. Conseguiu, mas acabou se transformando em um urso e matando os próprios irmãos.

+++ LEIA MAIS: Soul, Lightyear, Luca e mais: Disney anuncia 4 novas produções da Pixar

Claro, um animal não pode governar um reino, por isso o povo se rebelou contra ele e Mor'du matou muitos dos próprios companheiros. Eventualmente, perde a essência humana, e só se liberta quando Merida consegue matá-lo.


Ernesto de La Cruz - Viva: A Vida É uma Festa (2017)

Apesar de não ter uma longa lista de crimes, a traição de Ernesto foi imperdoável. Ele dava voz às composições do amigo Héctor, mas, quando o parceiro decidiu largar a carreira musical e voltar para a família, Ernesto não aceitou a situação e preferiu envenená-lo para roubar as músicas.

+++ LEIA MAIS: Os Incríveis quase foi totalmente diferente - e Disney revela história alternativa

Aparentemente, ainda deixou o amigo morrer na rua, pois ninguém da família soube o que aconteceu de fato. Enquanto Ernesto tinha milhares de admiradores - vivos e mortos - Héctor era esquecido para sempre. 


+++ SUPLA: 'NA ARTE A GENTE TEM QUE SER ESPONTÂNEO' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL