Paul McCartney avisou que Beatles tinham acabado muito antes de acontecer - mas todo mundo o ignorou

O ex-beatle tentou avisar a imprensa e ao público que o Fab Four chegaria ao fim, mas isso não deu muito certo

Redação Publicado em 05/10/2020, às 16h04

None
Paul McCartney (foto: Reprodução AP)

Se você foi um fã de Beatles nos anos 1970, a notícia da separação da banda foi um grande choque para todos. O fim do grupo, inclusive, repercute até hoje nas novas gerações que entram em contato com a obra do Fab Four

O anúncio chegou um pouco antes do primeiro disco solo de Paul McCartney. Em uma sessão de perguntas e respostas, McCartney revelou que eles se separariam. O Daily Mirror escreveu a manchete no dia 9 de abril: "PAUL ESTÁ DEIXANDO OS BEATLES". 

+++LEIA MAIS: John Lennon escreveu música para confundir os fãs dos Beatles no White Album - e tudo bem ainda ficar confuso 50 anos depois

“Algumas pessoas pensaram que foi uma jogada minha para conseguir publicidade, mas foi realmente para evitar ter que fazer todo o cronograma da imprensa”, explica em Anthologydos Beatles. Além disso, o músico reconheceu que a banda "sabia da separação há meses".

Quando a teoria da conspiração de "Paul está morto" se popularizou em outubro de 1969, McCartney já havia ido para a fazenda na Escócia. Quando os repórteres o rastrearam para confirmar que ele estava vivo, McCartney disse de muitas formas que os Beatles haviam terminado. Mas nem a imprensa, nem o público entenderam a mensagem.

+++ LEIA MAIS: Vídeo emocionante mostra reação de Paul McCartney ao saber da morte de George Harrison: 'Devastado'

Depois de apontar a teoria "Paul está morto" como estúpida, McCartney disse à Life Magazine que estava evitando os holofotes por um motivo.

+++LEIA MAIS: A noite em que os Beatles foram ameaçados por uma suposta bomba em Dallas

“Fiquei ligado por dez anos e nunca desliguei”, disse ele. “Agora estou desligando sempre que posso. Prefiro ser um pouco menos famoso hoje em dia". Além disso, McCartney apontou que "Prefiro fazer o que comecei fazendo, que é fazer música. Nós fazemos boa música e queremos continuar fazendo boa música. Mas a coisa dos Beatles acabou". A entrevista, contudo, não foi muito bem registrada, segundo o Cheat Sheet, por isso, não caiu nas mãos do público antes da hora. 

+++ TERNO REI: ‘ANTES DE LANÇAR, VOCÊ NUNCA SABE SE É BOM OU RUIM’ | ROLLING STONE