Por que Michael Jackson comprou os direitos de músicas de Eminem?

Aquisição aconteceu três anos após Eminem tornar Jackson em alvo na música 'Just Lose It'

Felipe Grutter (com supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 21/07/2021, às 10h57

None
Michael Jackson (Foto: Jim Ruyman-Pool / Getty Images) e Eminem (Foto: Evan Agostini / AP)

Conhecido por comprar propriedades intelectuais ao longo da carreira, Michael Jackson comprou os direitos de músicas de Eminem em 2007, por meio da empresa Sony/ATV, segundo Express. O dono de "Billie Jean" impressionou em 1985, ao fazer o mesmo com os Beatles, conseguindo superar uma oferta de Paul McCartney no processo.

Por US$ 370 milhões, Jackson comprou Famous Music, empresa responsável pelas canções de Eminem, três anos após ter sido alvo do rapper em "Just Lose It," música lançada em 2004. "Vem cá, garotinha, no meu colo / Adivinha quem está de volta com um rap novo? / E não me refiro ao rap como em um novo caso de violação infantil," diz o rapper na letra.

+++LEIA MAIS: Como Paris Jackson reconectou-se com a mãe após morte de Michael Jackson?

Para tornar a referência ainda mais direta, Eminem se vestiu como Michael Jackson no videoclipe da música, no qual fez uma cirurgia plástica falsa e teve o cabelo incendiado, aceno ao momento quando o Rei do Pop perdeu maior parte do cabelo durante acidente durante a filmagem de comercial da Pepsi.

Na época, o astro criticou o rapper de Detroit pelas atitudes - e pediu para a música e o clipe serem retirados dos canais de TV. "Admiro Eminem como artista e fiquei chocado com isso," afirmou em entrevista. "O vídeo era impróprio e desrespeitoso comigo, meus filhos, minha família e a comunidade em geral."

+++LEIA MAIS: A resposta de Eminem para o próprio cancelamento no TikTok: conheça "Tone Deaf"

Em outra entrevista, Michael Jackson falou novamente sobre o assunto: "Nunca conheci o Sr. Eminem, sempre o admirei, e vê-lo fazer algo assim foi muito doloroso." No período, representantes do Rei do Pop ameaçaram "processar" o cantor pelo clipe. Jackson continuou a ser dono das músicas do rapper até morrer em 2009.

Mesmo com a morte do cantor, os direitos das canções não foram devolvidos a Eminem por anos - retornaram para as mãos do rapper sete anos depois, em 2016. Durante a indignação do Rei do Pop, o dono de "Lose Yourself" pediu desculpas em entrevista. "De um artista para outro... Ele deveria ter vergonha de si mesmo. Foi errado fazer isso. Grandes artistas não fazem isso, não precisam fazer isso," retrucou Michael Jackson.

+++LEIA MAIS: Quais os presentes incríveis que Michael Jackson deu para Princesa Diana?


+++ RS TRENDING | CONHEÇA OLIVIA RODRIGO: VIDA, RECORDES, SOUR E MAIS!