Tobey Maguire foi acusado de mentir e quase foi demitido de Homem-Aranha 2; entenda

Representantes do ator impediram o desastre de acontecer

Redação Publicado em 13/05/2020, às 09h55

None
Tobey Maguire no papel de Homem-Aranha (Foto: Reprodução)

Após o sucesso de Homem-Aranha (2002), a Columbia Pictures preparava, em 2003, as filmagens da sequência do longa estrelado por Tobey Maguire. No entanto, o protagonista foi acusado de mentir quase foi demitido do filme. Segundo a Variety, a Sony tinha a suspeita de que o ator mentiu para os executivos e, assim, ganhar um aumento para a continuação.

Isso aconteceu porque, ainda de acordo com o site, Maguire não gostou muito do lucro de US$ 30 milhões de Laura Ziskin, produtora de Homem-Aranha. O número foi bem maior que o salário dele.

+++LEIA MAIS: 4 X-Men que seriam capazes de dar uma surra no Hulk [LISTA]

Coincidentemente, na época das filmagens de Homem-Aranha 2, Tobey Maguire dizia estar com um grande problema frequente de dor nas costas. Ele chegou até a mandar o médico para conversar com Sam Raimi, diretor, e Ziskin sobre a situação médica.

No entanto, isso não convenceu a Sony, que pensou que Maguire mentia para tentar desembolsar um aumento do salário. Logo, o estúdio decidiu adotar medidas extremas e cogitou demitir o ator e contratar Jake Gyllenhaal para o papel de Peter Parker.

+++LEIA MAIS: Spike Lee faz vídeo emocionante sobre Nova York em tempos de quarentena e novo coronavírus; assista

Quem fez a Sony mudar de ideia foram os representantes de Tobey Maguire e Ron Meyer, executivo figurão de Hollywood da época. Eles garantiram ao estúdio não precisar se preocupar com a dor nas costas do ator e que o ator se comportaria.

Para dar um ponto final na situação, a Sony fez Tobey Maguire passar por exames médicos e provar a aptidão física dele para filmar Homem-Aranha 2. Tudo deu certo, o ator continuou no papel e o público pôde ver um dos melhores filmes de super-herói já feitos.


+++ O TERNO | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL