'Acabam me culpando por tudo', diz Bolsonaro sobre alta do preço da gasolina e gás

Em conversa com apoiadores, Bolsonaro justificou a alta do preço da gasolina e gás pela composição dos valores

Redação Publicado em 25/08/2021, às 09h47 - Atualizado às 11h11

None
Jair Bolsonaro mexe em máscara durante visita a São Paulo em agosto de 2020 (Foto: Alexandre Schneider/Getty Images)

Jair Bolsonaro (sem partido) falou na terça, 24, sobre o preço da gasolina e gás, que nas últimas semanas subiu nos estados brasileiros. Segundo o presidente, os valores estão “baratos”.

Conforme noticiado pela CNN, Bolsonaro fez as declarações em conversa com apoiadores na entrada do Palácio da Alvorada, em Brasília. Além de justificar os preços dos produtos, o presidente reclamou de ser considerado “culpado” pela situação.

+++LEIA MAIS: Bolsonaro culpa governadores por alta na inflação: 'Política de fique em casa e economia vemos depois’

“A gasolina tá barata, o gás de cozinha tá barato. O pessoal tem que entender a composição do preço. Acabam me culpando por tudo o que acontece no Brasil,” afirmou o presidente da República.

Segundo reportagem da CNN, ao longo de 2021, o preço da gasolina aumentou 51%, com chance de subir ainda mais nos próximos meses. O valor do petróleo, a cotação do dólar e a inflação são algumas das principais causas.

+++LEIA MAIS: Bolsonaro é alvo de um processo a cada 6 dias, diz site

Em outro momento da declaração, Bolsonaro comentou sobre a crise hídrica que afeta o Brasil e causa o aumento da conta de luz, assim como alta da inflação. O presidente afirmou que os anos de seu mandato foram ficando mais difíceis, principalmente com a pandemia de covid-19 e a crise nos reservatórios:

“Veio uma geada e estamos na maior crise hidrológica dos últimos 91 anos. Nunca se viu uma seca como essa. Parece que estou sendo testado. Os reservatórios foram lá embaixo. Eu fui obrigado a colocar a bandeira vermelha para poder pagar a geração de energia mais cara que tem, que é a de termelétricas,” afirmou.

+++LEIA MAIS: Impeachment de Bolsonaro 'já poderia ter acontecido', diz Lula

Sugestões de Bolsonaro para diminuir preço do gás

Recentemente, Bolsonaro falou em “trabalho comunitário” para baixar o valor do botijão de gás — e na terça, 25, argumentou que governadores deveriam zerar o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). No entanto, segundo explicado pelo Globo, o imposto é a principal fonte de renda dos estados.

“O governo federal, eu fiz a minha parte. Zerei o imposto do gás. Falta agora o governador de Alagoas, e de outros estados, zerar também o imposto estadual, que chama ICMS, do gás de cozinha. É a mesma coisa a questão do combustível,” explicou em entrevista à Rádio Farol.

+++LEIA MAIS: Oposição protocola 'superpedido' de impeachment contra Bolsonaro; entenda


+++ CONFIRA TUDO SOBRE A BANDA 5 SECONDS OF SUMMER!