Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

The Last of Us teria filme produzido por Sam Raimi em 2014: 'Maior e mais sexy'

Além de envolvimento de Sam Raimi, filme de The Last of Us teria Maisie Williams como Ellie

Redação Publicado em 27/12/2022, às 12h01

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Game de The Last of Us (Foto: Divulgação) e Sam Raimi (Foto: Ian Gavan / Getty Images)
Game de The Last of Us (Foto: Divulgação) e Sam Raimi (Foto: Ian Gavan / Getty Images)

Muito antes de ganhar série de televisão pela HBO, The Last of Us, icônico jogo de videogame lançado em 2013, ganharia filme com produção de Sam Raimi, diretor dos filmes de Homem-Aranha interpretado por Tobey Maguire. Porém, o projeto acabou engavetado - e provavelmente nunca verá a luz do dia.

Os motivos do cancelamento do filme não são tão claros, mas a conta do Twitter @NaughtyNDC relembrou isso aconteceu por conflitos entre Neil Druckman, co-criador do jogo, e executivos da SonyPictures, que queriam fazer o longa "maior e mais sexy" em relação ao material original. Durante conversa no podcast Script Apart, Druckman falou sobre o projeto descartado.

+++LEIA MAIS: The Last of Us: Easter egg do game mostra The Office no apocalipse zumbi; veja

"Quando trabalhei na versão do filme, muitos dos pensamentos e anotações [dos executivos] eram tipo: 'Como podemos torná-lo maior? Como tornamos os cenários maiores? Acho que é por isso que o filme não foi feito," afirmou o diretor e roteirista.

Durante participação na San Diego Comic-Con 2014, Sam Raimi falou sobre o projeto, e indicou como Maisie Williams, intérprete de Arya em Game of Thrones, interpretaria Ellie. "Acho que será uma ótima jornada de personagem, uma ótima história de amor e um ótimo filme de terror," explicou o cineasta no evento de cultura pop.

+++LEIA MAIS: The Last of Us: A série da HBO vai ser fiel ao jogo?

Por que The Last of Us foi adaptado para televisão, ao invés do cinema?

No podcast Script Apart, Druckmann argumentou como o formato de série de televisão permite os produtores, diretores e roteiristas contarem a história dos jogos de uma forma mais íntima. Além disso, ele discutiu o estilo de filme independente da equipe criativa para a série da HBO, que se concentra menos na ação e mais no drama.

"Nossa abordagem para The Last of Us foi: 'Vamos fazer disso um filme independente. Vamos abordá-lo como uma equipe de filme independente, a maneira como é filmado, o quão pequeno e íntimo parece. E com o seriado, podemos nos inclinar ainda mais para isso, porque não precisamos ter tantas sequências de ação quanto no jogo.'"

+++LEIA MAIS: The Last of Us: Série será menos violenta em relação ao jogo, diz criador