Beatles: Qual sucesso da banda Paul McCartney não queria que fosse lançado - e por quê?

As gravações do álbum Let it Be, produzido por Phil Spector no final da década de 1960, tornaram-se bastante conturbadas após algumas desavenças

Redação Publicado em 11/11/2019, às 10h44

None
Os Beatles (Apple Corps Ltd 2009)

Claramente, os Beatles não apreciaram muito a confecção do documentário Let It Be no final da década de 1960.

A discussão entre Paul McCartneyGeorge Harrison, capturada pelas câmeras, levou Harrison a abandonar a banda temporariamente. Quando ele concordou em voltar, os Beatles pareciam ter perdido o interesse em músicas nas quais eles estavam trabalhando anteriormente.

+++ Leia mais: Paul McCartney na bateria, George Harrison no baixo: 9 grandes trocas instrumentais dos Beatles

Embora "The Long and Winding Road" tenha sido o último hit número 1 dos Beatles nos Estados Unidos, McCartney estava insatisfeito com o que a faixa havia se tornado.

Quando John Lennon e o gerente Allen Klein escolheram o Phil Spector para produzir Let it Be (1970), ele revelou ter fortes opiniões sobre "The Long and Winding Road".

+++ Leia mais: Em quem Paul McCartney se inspirou para escrever The Long and Winding Road?

Paul McCartney, que já tinha aprovado o disco, pensou duas vezes depois de analisar o trabalho de Spector. Ele não foi com a ideia de "vozes femininas integrando um disco dos Beatles", exigindo que o produtor abaixasse a orquestração, o coro e removesse a harpa no final. No entanto, a prensagem do álbum já havia começado.

No geral, foi uma confusão, mas não impediu "The Long and Winding Road" de liderar as paradas da Billboard. Quanto aos arranjos de Spector, McCartney deve ter se acostumado, pois o usou em suas apresentações solo por muitos e muitos anos.