Eddie Van Halen certa vez colocou uma arma na cabeça de Fred Durst; entenda a história

Guitarrista se irritou após ensaio repleto de maconha

Redação Publicado em 24/04/2020, às 12h47

None
Eddie Van Halen (Foto: Rick Scuteri/AP)

Após uma sessão - que deveria ser amigável - de ensaios, Eddie Van Halen colocou uma arma na cabeça de Fred Durst, vocalista Limp Bizkit, no começo dos anos 2000. Na época, o guitarrista Wes Borland tinha deixado o Limp Bizkit, e a banda procurava um substituto.

No livro Eruption in the Canyon, Andrew Bennett compartilhou fotos e histórias sobre o período de convivência com Van Halen no estúdio, como diretor de vídeos, entre 2004 e 2007. Segundo o Ultimate Classic Rock, a dupla se conheceu por intermédio de um executivo da gravadora, e sugeriu que trabalhassem juntos. “Isso seria hilário, O melhor guitarrista de todos tocar com a pior banda do mundo”, respondeu Durst. “Foda-se, vamos tocar juntos”, rebateu Van Halen.

+++ LEIA MAIS: David Lee Roth e irmãos Van Halen sempre se odiaram, afirma vocalista

A sessão ocorreu em uma casa em Beverly Hills, mas Van Halen deixou o lugar quando as pessoas começaram a fumar maconha, e abandonou todos os equipamentos. De acordo com o relato de Bennett, Eddie descreveu o encontro como “ser um universitário no jardim de infância”.

No dia seguinte, Van Halen entrou em contato com Durst para recuperar os equipamentos, mas não teve resposta em 24 horas. Ainda irritado, o guitarrista foi ao local usando um veículo militar, estacionou na casa de ensaios de Limp Bizkit e saiu com uma arma na mão.

+++  LEIA MAIS: Kurt Cobain beijou Eddie Van Halen na boca em camarim, conta vocalista do Sonic Youth

“Aquele babaca atendeu. Coloquei minha arma naquele chapéu vermelho e idiota dele e disse, ‘Cadê minhas coisas, filho da puta?’ Aquele cara se virou para um dos empregados e gritou para recolherem minhas merdas’”, relatou Van Halen à Bennett.

O episódio terminou sem maiores surpresas, e Van Halen retirou todos os equipamentos, entre guitarras e amplificadores, da casa em Beverly Hills. Para Bennett, não existe parceria mais improvável no mundo da música. “Katy Perry poderia entrar para o Slipknot, e eu ficaria menos chocado’, disse.


+++ RUBEL | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO