Qual foi a reação dos Beatles quando John Lennon tocou Strawberry Fields Forever pela primeira vez?

Poucas músicas atingiram os integrantes da banda como uma obra-prima desde a primeira audição, exceto Strawberry Fields Forever

Redação Publicado em 12/08/2019, às 16h11

None
Os Beatles (Apple Corps Ltd 2009)

Nenhum dos Beatles soube reagir quando algum deles trouxe uma música para o estúdio pela primeira vez. Em Let It Be, você consegue ver George Harrison sendo indiferente depois que John Lennon apresenta "I Me Mine".

Mas Lennon já sabia o que era ter uma música mal recebida. Em 1967, o produtor George Martin perguntou o que ele pretendia dizer quando escreveu "I Am the Walrus".

+++ LEIA MAIS: Por que o produtor dos Beatles odiou a música I Am the Walrus?

Com o tempo, Martin e os Beatles trabalharam as ideias de John e as transformaram em clássicos, mas o começo não foi tão bom assim. 

"A Day in the Life" foi uma das exceções, já que Martin e os outros Beatles, especialmente Paul McCartney, a adoraram desde o começo. Outra música foi "Strawberry Fields Forever", que assim que Lennon a apresentou nos estúdios Abbey Road, McCartney chamou de "absolutamente brilhante".

Mas poucas músicas atingiram os integrantes da banda como uma obra-prima desde a primeira audição. 

+++ LEIA MAIS: Disco Abbey Road, dos Beatles, ganha versão extendida e remasterizada no aniversário de 50 anos

Quando falamos de criatividade e cooperação, os Beatles podem ter atigindo o auge em 1966. Durante as sessões do Revolver, John finalmente elogiou Paul depois de ouvir "Here, There and Everywhere". E esse espírito de parceria continuou durante o ano mesmo que a dupla permanecesse competitiva.

Quando John apresentou "Strawberry Field Forever" no estúdio, Paul declarou que a música era extraordinária. Geoff Emerick descreveu o momento: 

"Desde a primeira nota, era óbvio que essa nova música de Lennon era uma obra-prima", escreveu Emerick. "As palavras eram convincentes e havia algo mágico no timbre distante da voz de John." Depois que ele terminou, Emerick lembra-se de um "silêncio atordoado" na sala.

Ninguém falou até que Paul ofereceu deu a sua opinião. "Isso é absolutamente brilhante". 

+++ LEIA MAIS: Abbey Road ou Let It Be? Qual foi o último disco dos Beatles?

"Na maioria das vezes, quando Lennon tocou uma de suas músicas pela primeira vez, todos nós pensavámos: 'Uau, isso é ótimo'. Mas essa música foi algo especial.", disse Emerick.

O início de "Strawberry Field" já parecia promissor, mas ninguém tinha ideia do que ainda estava por vir. Os Beatles tinham acabado de adquirir um Mellotron, e Paul finalmente trabalhou na abertura com o teclado. Mas a banda trabalhou por três dias inteiros sem fazer muitos progressos.

+++ LEIA MAIS: Beatles: Algoritmo desvenda mistério de autoria das músicas feitas por Lennon e McCartney

Quando John decidiu que queria algo maior e, o mais importante, "mais pesado".  Então, Emerick lembrou de violoncelos e trombetas, e George Martin começou a trabalhar em cima disso como de costume. Depois de tudo, John disse que gostou mais do original mas decidiu que queria uma mistura das duas versões. 

+++ LEIA MAIS: Yesterday: o que mais não existiria em um mundo sem os Beatles?

Com isso, Emerick conseguiu juntar as duas gravações apesar de estarem em alturas diferentes. (Ele acelerou um e diminuiu o outro, o que deu o efeito de um vocal distorcido que você ouve na gravação.)

No fim, quando mostraram o produto finalizado, John concordou com Paul. "Brilhante", disse.

+++ LISTA: 13 segredos de 'Ladrão', o terceiro disco do Djonga e um dos melhores de 2019