Teoria maluca tenta explicar envelhecimento de Keanu Reeves e resto do elenco em Matrix 4; entenda

Além de Reeves, Carrie-Anne Moss volta como Trinity e Jada Pinkett-Smith como Niobe

Redação Publicado em 28/02/2020, às 09h06

None
Keanu Reeves como Neo em Matrix Reloaded (foto: reprodução Warner)

Em Matrix 4, Keanu Reeves,  Carrie-Anne Moss e Jada Pinkett-Smith vão retornar como Neo,  Trinitye Niobe. Mas, como a história do novo filme vai explicar o envelhecimento de 17 anos dos atores? Uma teoria nova do Reddit pode explicar.

O usuário retoma alguns conceitos básicos sobre o sistema da Matrix para formular a teoria. Em Matrix: Reloaded (2003) é estabelecido que sempre deve existir um Escolhido. A humanidade precisa acreditar nesse indivíduo e os revolucionários devem se unir a ele para a mente humana aceitar a realidade simulada e ela não entrar em colapso.

+++LEIA  MAIS: Teoria insana indica que Keanu Reeves não será o Neo em Matrix 4; entenda

Certo, sempre deve haver um Escolhido. E se esse Escolhido tivesse sempre a aparência de Neo? Reloaded também conta que o Neo que vemos é o sexto a liderar a humanidade e que ele deveria reiniciar a Matrix para manter o ciclo. 

A teoria segue então para uma afirmação que outros fãs já fizeram: o Neo de Matrix 4 não é o mesmo personagem dos outros filmes, ele apenas tem a mesma aparência. Em Matrix (1999), os humanos que nascem no sistema são criados em ‘fazendas’ pelas máquinas, numa espécie de fertilização in vitro.

+++LEIA MAIS: Por que Matrix 2 e 3 foram tão ruins (e o que esperar do novo filme)?

A teoria supõe que as máquinas usam sempre o mesmo DNA para gerar os habitantes da simulação e que por isso o Escolhido teria sempre a aparência de Neo. No caso de Matrix 4, esse clone do Escolhido só despertou e tomou consciência da verdade aos 55 anos (idade de  Reeves).

O mesmo vale para Trinity e Niobe, que também podem ser clones usados para repopular a Matrix e garantir a produção de energia para as máquinas e também serem destinadas a ser aliadas de Neo. 


+++ TITÃS CELEBRA O ACÚSTICO, MAS SE MANTÉM ELÉTRICO - E É ATRAÇÃO DA MUSIC & RUN