Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Lula retomará lista de criminosos mais procurados no Brasil, diz futuro ministro

Projeto criado por Sergio Moro parou de ser atualizado desde o primeiro semestre de 2021

Redação Publicado em 23/12/2022, às 13h18

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Luiz Inácio Lula da Silva (Foto: Getty Images) e lista de criminosos mais procurados no país (Foto: Reprodução/gov.br)
Luiz Inácio Lula da Silva (Foto: Getty Images) e lista de criminosos mais procurados no país (Foto: Reprodução/gov.br)

Durante gestão de Sergio Moro no Ministério da Justiça e Segurança Pública no início do governo de Jair Bolsonaro (PL), foi criada uma lista de criminosos mais procurados, mas está desatualizada desde o primeiro semestre de 2021. Agora, essa lista será retomada no governo Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que toma posse no dia 1º de janeiro de 2023. As informações são do UOL.

Como o site relatou, Flávio Dino, futuro ministro da Justiça, explicou como "a lista procurados está sendo revisada. Vamos olhar se todos que devem estar lá estão lá." Esse projeto funciona de modo parecido com as Red Notices da Interpol, responsável por ajudar policiais a encontrar os criminosos mais perigosos de determinado país.

+++LEIA MAIS: Lula lamenta falecimento de Erasmo Carlos: 'Muito além da Jovem Guarda'

Na lista de mais procurados no Brasil, estão pessoas que receberam mandado prisão em aberto, participação direta ou indireta em organizações criminosas e envolvimento em crimes graves. Vale lembrar como a primeira publicação da lista causou polêmica, porque não incluiu Adriano Nóbrega, ex-policial, miliciano, amigo da família Bolsonaro e apontado como um dos responsáveis pela morte de Marielle Franco, vereadora do PSOL.

Além disso, Dino comentou como continuará com a lista, mas com algumas alterações: "O que for o caso de continuar, vamos continuar. Agora, sempre fazendo uma revisão. De modo geral, vemos um ministério muito politizado no mau sentido da palavra."

+++LEIA MAIS: Documentário sobre Lula está "quase pronto", diz diretor Oliver Stone

Em outra reportagem, UOL obteve nomes de criminosos que deveriam ser incluídos na lista, mas não chegaram a aparecer no site do governo. Veja abaixo:

  • Márcio do Carmo Pimentel: também conhecido como "Ian," suspeito de mega-assaltos com fuzis. Está com mandado de prisão pendente por assalto.
  • Marcos Roberto de Almeida: também conhecido como "Tuta," descrito como principal liderança do PC até abril de 2022, mas foi excluído da facção criminosa, de acordo com Ministério Público. Está com mandado de prisão por lavagem de dinheiro e organização criminosa. Suspeita-se de que fugiu para o exterior e foi morto.
  • Silvio Cesar de Araújo: também conhecido como "Cabelo de Bruxa." - suspeito de mega-assaltos com fuzis. Está com mandado de prisão pendente por assalto.