Pulse

Shows fechados e cerveja de graça: Como o Foo Fighters começou?

O novo livro do Stevie Chick, Foo Fighters: The Band That Dave Made, conta trechos da história da banda

Redação Publicado em 05/09/2019, às 16h41

None
Dave Grohl (Foto: Reprodução/YouTube)

Foo Fighters: The Band That Dave Made, o novo livro do Stevie Chick, conta a história do Foo Fighters desde o fim do Nirvana até o sucesso global da banda de rock. Esse registro revela o que aconteceu nos primeiros shows ao vivo. 

Tudo começou em um armazém da West Marine Boating Supplies em Seattle em fevereiro de 1995. Os integrantes do Foo Fighters fizeram uma festa e convidaram uns cinquenta amigos e familiares próximos para assistir o primeiro show ao vivo do grupo. 

+++ LEIA MAIS: Nirvana e mais: Dave Grohl escolhe quais músicas transformaram a carreira dele [LISTA]

Dave Grohl chegou a fornecer um barril de cerveja para os convidados. Em entrevista para a Alternative Press: "Queríamos que todo mundo ficasse bêbado e pensasse: 'Vocês são realmente bons.'"

Apertados em um canto com todos os equipamentos, Grohl vestia uma camiseta que estampava o rosto de Michael Jackson, que ele também usou no show do Nirvana em 1993 em Seattle - o show foi filmado para o Live & Loud da MTV. 

+++ LEIA MAIS: Por que Dave Grohl não queria lançar 'Everlong' com o Foo Fighters em 1997?

Grohl relembra: "Pensamos: 'conseguimos!'". "Quinze minutos depois do show terminar, eu e o Pat nos abraçamos e dissemos: 'Podemos tocar em outro lugar agora"

Quatro noites depois, enquanto o grupo organizava as mixagens finais do álbum em Los Angeles, eles foram para Arcata, uma cidade universitária no norte da Califórnia, com uma população em torno de dezessete mil, para o segundo show. 

+++ LEIA MAIS: Bitucas de cigarro e tartaruga: Dave Grohl lembra de quando morou com Kurt Cobain

Embora o primeiro tenha sido somente para convidados, a segunda apresenção foi para o público geral. 

O grupo telefonou um dia antes para o Jambalaya, um clube de rock da cidade, e perguntou para os responsáveis se eles poderiam se apresentar na mesma noite em que a banda The Unseen tocaria. 

Na hora do show, a notícia de que eles se apresentariam já havia chegado aos fãs de rock locais e o local atingiu a capacidade máxima de lotação. 

+++ LEIA MAIS: Dave Grohl recusou tocar no Pearl Jam depois do fim do Nirvana

Quando o Foo Fighters subiu ao palco, a rua do lado havia sido fechado pela polícia e alguns jovens que não conseguiram comprar os ingressos tentaram se espremer nas brechas das janelas para tentar ver um pouco do show. Qualquer um que pode estar ali poderia dizer que foi uma noite lendária. 

Logo após, Grohl organizou um stand improvisado de merchandising para vender algumas camisetas que a banda havia estampado no caminho da van a três doláres. 

Foo Fighters fez mais alguns shows depois das duas primeiras apresentações relâmpago, uma na Spaceland em Silver Lake, Califórnia, em Oregon e a outra no Dingo Bar em Albuquerque. Nessas primeiras apresentações, sentiram que estavam prontos para levar a música para as pessoas. Para eles, era hora de pegar a estrada.