80 anos de Marvel: as 7 histórias mais polêmicas dos quadrinhos [LISTA]

A editora foi a responsável por trazer para o público algumas das histórias mais adoradas da cultura pop - mas no meio disso tudo, muita trama obscura aconteceu também

Redação Publicado em 31/08/2019, às 10h00

None
Deadpool atira em Homem-Aranha (Foto: Reprodução / Marvel Comics)

A Marvel Comics, responsável por alguns dos personagens mais conhecidos na cultura pop atual, completa 80 anos de idade nesta quarta. No dia 28 de agosto de 1939, o mundo em guerra ganhou um alívio quando Martin Goodman lançou a editora de histórias em quadrinhos Timely Comics. Marvel Comics foi o nome da primeira publicação, responsável por apresentar alguns heróis conhecidos até hoje, como Tocha Humana e Namor.

Somente alguns anos mais tarde, em 1961 e já com Stan Lee como editor principal, a marca ganhou o nome de Marvel. Foi nessa época que a empresa começou a investir pesado em histórias de super-heróis para rivalizar com a DC Comics. Daí nasceram personagens como O Quarteto Fantástico, Homem-Aranha e os X-Men

+++ LEIA MAIS: Marvel tira sarro do Batman e da rival DC Comics em comemoração de 80 anos; veja 

Depois disso, só sucesso. A marca continuou lançando cada vez mais títulos conhecidos, e consagrou-se como referência no mundo dos heróis. Nas últimas décadas, virou também uma gigante do cinema com o Universo Cinematográfico Marvel, série de filmes de heróis interligados - e estrondosos sucessos.

Embora muitas histórias boas tenham nascido da Marvel, nem sempre foi assim. Assim como a DC Comics, a editora já publicou algumas histórias bem controversas e polêmicas. Separamos sete delas; veja:

+++ LISTA: Sexo durante incêndio, prisão e tortura: 9 momentos sombrios do Batman nas HQs  

Incesto

Pietro e Wanda Maximoff - mais conhecidos como Mercúrio e Feiticeira Escarlate, respectivamente - são irmãos gêmeos criados na família cigana de Django, tio deles, e sua esposa Marya.  A mãe biológica deles é a feiticeira Natalya, e o pai o vilão dos X-MenMagneto.

Os dois então nasceram e foram criados como irmãos. O que torna o envolvimento amoroso deles no arco Ultimate Marvel um tanto bizarro. Em uma cena infame dos quadrinhos, podemos ver ambos de mãos dadas. “Nada nunca vai nos separar,” garante Pietro para a irmã. “Desprezado pelo seu pai, desesperado pela sua mãe, Pietro achou em Wanda um tipo de amor que ninguém nesse lugar nunca vai conseguir entender,” relata o narrador. De fato, difícil entender.

+++ LEIA MAIS: Marvel prepara encontro gigantesco entre Vingadores e X-Men para Fase 6 do UCM, diz fonte 


Pacto com o diabo

Em One More Day, Peter Parker, o Homem-Aranha, ficou desesperado após a morte de tia May em Guerra Civil. Então, tomou atitudes um tanto drásticas para trazê-la de volta e ter a identidade novamente como secreta: fez um pacto com o diabo, Mephisto, e “apagou” o seu casamento e vida conjunta com Mary Jane, então grávida.

A história de amor dos dois passou a nunca ter existido, e a criança também não. Nem mesmo os vislumbres da filha já crescida e os apelos de tia May para deixá-la morta apagaram a vontade de Parker de voltar atrás do acordo. 

+++ LISTA: Quais foram as 7 piores bilheterias da Marvel? [LISTA] 


Aborto

Sue Storm, também conhecida como a Mulher Invisível do Quarteto Fantástico, já passou por poucas e boas nas HQs da Marvel. Na edição #276 da revista de seu grupo, Sue sofre um aborto de modo trágico - a radiação em seu corpo, resultante de uma experiência na Zona Negativa, prejudicou suas células e fez com que o feto morresse.

Depois, na mesma publicação, descobrimos porém um final feliz - a criança foi salva por Franklin Richards, filho mais velho da Mulher Invisível, que reinventou a realidade e fez sua mãe engravidar de novo. Então, nasceu Valéria.

+++ LISTA: 7 vilões da Marvel que são mais poderosos do que Thanos, embora não pareçam


 Dormindo com o inimigo

Quem é fã de Homem-Aranha conhece bem Gwen Stacy, o primeiro amor da vida de Peter Parker, e a trágica história de como ela morreu pelas mãos do Duende Verde, arqui-inimigo do herói da vizinhança. Mas no arco alternativo Sins Past tudo acontece de maneira oposta: Norman Osborn (o Duende) e Gwen têm um caso, e ela acaba engravidando de gêmeos!

Então, a menina foge para França para ter as crianças - mas a culpa a consome e ela acaba contando tudo a Peter. E nesta hora, sim, o Duende Verde decide assassinar a moça que fora outrora sua amante. Ele começa a criar sozinho os dois filhos. Como as crianças têm seu sangue, crescem rápido e são adultos aos 10 anos de idade - e são usadas como armas contra o Homem-Aranha. 

+++ LISTA: Marvel e DC: os principais filmes de super-heróis que serão lançados até 2022 


Filicídio

Na juventude, Wolverine casou-se com Itsu, e ela acabou engravidando. Nos estágios finais da gestação, porém, foi assassinada pelo Soldado Invernal, que planejava uma arapuca para o mutante. Só anos depois Logan descobriu que seu filho Daken, na verdade, tinha sobrevivido ao ataque. Mas então, o menino já era homem e cresceu com raiva enorme do pai ausente, e queria vingança.

Na primeira investida de Daken contra Wolverine, o filho perturbado usou as garras herdadas do pai para rasgar barriga do herói (o mesmo ferimento que matou Itsu). A desavença só aumentou nos anos seguintes, e culminou no assassinato de Daken pelo seu próprio pai, quando o vilão ameaçou matar os estudantes da escola especial de Logan. 

+++ LEIA MAIS: Quem são Os Eternos, protagonistas do novo filme da Marvel? 


Morte aos heróis

Não espere ver esta história nos filmes do Deadpool do Universo Cinematográfico Marvel: em Deadpool Kills the Marvel Universe, Wade Wilson assume completamente o papel de mercenário e decide exterminar todos os super-heróis que puder encontrar!

O anti-herói, então, causa uma chacina com o Quarteto Fantástico, atira (e explode) no rosto do Homem-Aranha, mata os Vingadores continuamente - esmaga Thor com o Mjolnir, martelo dele; decapita Bruce Banner - tortura os X-Men… E muito mais. Brutal! 

+++ LISTA: Invencíveis: 12 heróis da Marvel e da DC que nunca morreram nas HQs


Usem camisinha

Em Spider-Man: Reign, a biologia e a lógica celular são alteradas e isso tem consequências trágicas: Mary Jane, de tanto transar sem proteção com Peter Parker, acaba desenvolvendo um câncer devido à radiação do esperma.

Na trama, o Homem-Aranha já envelheceu, e não consegue parar de pensar na sua falecida esposa - apenas para descobrir que sua morte prematura foi por conta da sua radiação-aranha e passar os anos seguintes se martirizando.

+++ A playlist da Drik Barbosa - De Emicida a Erykah Badu