Pulse

Sexo durante incêndio, prisão e tortura: 9 momentos sombrios do Batman nas HQs [LISTA]

O Homem-Morcego é conhecido por seguir o código de ética de Bruce Wayne e não matar seus inimigos. Mas nem sempre isso acontece assim

Yolanda Reis Publicado em 11/08/2019, às 12h00

None
Cena final de A Piada Mortal (Foto: Reprodução)

Um dos aspectos mais conhecidos de Batman é o fato de ele não matar seus inimigos. Machucar, torturar, bater e imobilizar, sim. Mas assassinar, nunca. Normalmente, amarra-os e deixa para a polícia encontrar. 

Porém, nem sempre foi assim. Quando o detetive foi criado, o Homem-Morcego ainda não tinha uma linha moral tão séria e definida - e matava bastante seus inimigos. De vez em quando, de modo bem sádico e agoniantes. 

+++ LEIA MAIS: 7 histórias que gostaríamos de ver no novo filme do Batman 

Seja por loucura (base de boa parcela das histórias do super-herói) vingança, raiva ou desespero, a verdade é que Batman nem sempre foi uma boa pessoa ou um bom herói, chegando a alguns limites ocasionalmente, principalmente sob pressão. 

Separamos 9 das atitudes mais sombrias de Batman nos quadrinhos. Veja:

+++ LEIA MAIS: Homem-Aranha, Batman e X-Men: as 10 HQs mais vendidas de todos os tempos [LISTA] 

Vilão estrangulado

Em sua primeiríssima história em quadrinho solo, Batman tem um dos momentos mais vingativos (e sádico, diga-se de passagem) ao amarrar uma corda no pescoço de um dos monstros (pessoas geneticamente modificadas) de Hugo Strange e depois voar com ele pendurado no BatAvião até a morte. “Ele está melhor assim,” comenta ainda o herói ao ver o cadáver. 


Robin come Ratos

Em All Star Batman & Robin, o super-herói investe no treinamento de Dick Grayson, o primeiro Robin. No estilo “durão”, toma algumas atitudes bem drásticas como deixar o menino isolado na batcaverna e força-lo a comer ratos para sobreviver - e justifica dizendo que fez isso em seu próprio treinamento.

+++ LEIA MAIS: Alan Moore anuncia aposentadoria: 6 HQs fundamentais do criador de Watchmen 


Tapa na cara

Batman pode ser bem duro com Robin, principalmente em histórias mais antigas, como The World’s Finest #153. Enquanto tenta provar que Superman matou Thomas Wayne, seu pai, o Homem-Morcego se une a Lex Luthor para subjulgar o herói alienígena. Robin não gosta e contesta, e leva um tapa na cara por isso (você provavelmente conhece o meme). Dick então resolve abandonar o seu tutor. Para evitar o abandono, o Cavaleiro das Trevas rouba uma máquina de hipnose e apaga a memória de seu pupilo. Ele esquece de toda a sua vida como Robin, e lembra apenas que seu nome é Dick Grayson e ele é um órfão. 


Traidor

Em Batman Beyond 2.0, Dick Grayson é adulto e deixou de ser Robin para virar Asa Noturna. Ele tem um relacionamento com Bárbara Gordon, a Batgirl. Porém, depois descobrimos que a heroína está grávida, e o pai é Batman- ou o pai adotivo de Grayson. 

+++ LEIA MAIS: Marvel vs DC: quais heróis já ganharam cópias descaradas da editora rival? 


Piada sem graça

Uma das cenas mais famosas e uma das maiores loucuras de Batman: no final de Piada Mortal, depois deCoringa fazer da vida do herói um inferno, os dois riem muito de uma piada contada pelo vilão. Um dos últimos quadrinhos mostra o Cavaleiro das Trevas com as mãos no pescoço de seu arqui-inimigo - depois disso, o quadro afasta, vemos apenas a chuva, e a risada cessa - sugerindo a morte do Coringa. 


Saindo do sério

Coringatem um objetivo na vida: mostrar que todos e qualquer um pode acabar louco como ele - incluindo Batman. É o vilão com mais potencial para tirar o Homem-Morcego do sério, como o fez em Batman: Hush. O super-herói começa a bater muito em seu arqui-inimigo, e joga tanto Arlequina quanto a Mulher-Gato para longe quando tentam o impedir Coringa só não morre pois o Comissário Gordon intervém, e a ficha de Bruce Wayne cai. 

+++ LEIA MAIS: O melhor Batman de todos, diz Zack Snyder sobre a saída de Ben Affleck 


Muito fogo

Em All Star Batman & Robin, Batman, ao lado de Canário Negro, coloca fogo nas docas de Gotham, acabando assim com vários criminosos de modo alucinado. Ela fica impressionada com a cena, e eles se beijam. As coisas esquentam e os dois, ainda de máscaras, acabam transando no chão - com algumas pessoas sendo queimadas vivas atrás. 


Cativeiro abandonado

Em um momento um pouco Jogos Mortais em Batman #420, o Homem-Morcego percebe que não consegue vencer KGBeast. Sua solução? Atrai o vilão para uma sala selada e o tranca lá dentro; jogando a chave fora, abandona o inimigo para morrer de fome. 

+++ LEIA MAIS: Donald Trump publica vídeo com trilha sonora de Batman e estúdio tira do ar 


Starman

O que é pior do que ficar trancafiado até morrer? O destino de Lord Death Man. Batman também fica frustrado por não conseguir matá-lo, já que ele é imortal e sempre volta. A solução encontrada pelo super-herói é prender o seu inimigo em uma cápsula espacial e lançá-lo para fora do planeta Terra. Como ele é imortal, vai vagar para sempre pelo espaço sideral. 

+++ LISTA: 13 segredos de 'Ladrão', o terceiro disco do Djonga e um dos melhores de 2019 

Sexo durante incêndio, prisão e tortura: 9 momentos sombrios do Batman nas HQs [LISTA]