Assista ao furioso último show dos Sex Pistols, em 1978

Relembre a apresentação verdadeiramente icônica da banda

Redação Publicado em 16/09/2020, às 18h30

None
Sex Pistols em 1977 (Foto: AP)

O show dos Sex Pistols que aconteceu em 14 de janeiro de 1978 no Winterland, em São Francisco, seria a última vez em que a banda tocaria junta - o vídeo completo da apresentação está disponível ao final do texto. As informações são da Far Out magazine.

+++ LEIA MAIS: Há 44 anos, Sex Pistols fizeram o primeiro show e marcaram para sempre a história do punk

Uma apresentação verdadeiramente icônica: a banda estava pronta e ansiosa para destruir tudo, inclusive, para vivenciar o fim do grupo. Consequência, de acordo com a Far Out Magazine, do crescente problema de Sid Vicious com as drogas, além de Johnny Rotten (John Lydon) estar totalmente cansado da cena. 

Na autobiografia, Rotten: No Irish, No Blacks, No Dog, revelou que na época ele “se sentiu traído e eu não ia mais continuar com isso. Foi uma farsa ridícula. A coisa toda era uma piada naquele momento.”

+++ LEIA MAIS: Filme do Sex Pistols não tem aprovação da banda, garante John Lydon

Na noite da última apresentação, a banda não estava no melhor momento. Steve Jones e Paul Cook mantiveram a postura musical o tempo todo, enquanto Vicious foi consumido pela busca por drogas e Lydon pela fúria com a cena. 

Foi o começo do fim para os Sex Pistols. Lydon já não voltaria ao Reino Unido como parte da banda, e deixou o grupo antes de sair dos Estados Unidos com as palavras ditas no show: “Sempre tenha a sensação de que foi enganado.”

+++LEIA MAIS: Como Sex Pistols destruiu contrato com gravadora por ameaças de morte, sangue para todo lado e xingamentos de executivos

O último show dos Sex Pistols seria tão furiosamente irônico, e lendário, quanto toda a carreira da banda - cheio de humor, irritação e antagonismo, encerrando, portanto, os anos de estrada da maneira mais perfeita possível.

Para fechar a noite, a escolhida foi a faixa “No Fun”. Ao cantá-la, Lydon mudou a letra, “Isso não é divertido, não é divertido. Isso não é divertido, não é divertido”, significando cada palavra. As informações são da Far Out Magazine.

Assista ao show:


+++ BK' lança novo disco e fala sobre conexão com o movimento Vidas Negras Importam: 'A gente sabia que ia explodir'