Pulse

Breaking Bad: Bryan Cranston mostra transformação em Walter White para El Camino em menos de um minuto; assista

Ator usou careca falsa para se transformar no personagem que viveu durante cinco anos

Jon Blistein / Rolling Stone EUA Publicado em 21/10/2019, às 19h54

None
Bryan Cranston como Walter White (Foto: Reprodução)

Bryan Cranston compartilhou nesta segunda, 21, um vídeo acelerado que capturou o processo detalhado da transformação dele em Walter White, de Breaking BadEle interpretou o personagem durante cinco temporadas, e ganhou cinco Emmys por isso. 

Embora o personagem dele (alerta de spoiler) morreu no final da série, o criador Vince GIlligan pediu para o ator reprisar o papel em uma aparição rápida no novo filme de Breaking Bad, El Camino, que foca majoritariamente no personagem de Aaron Paul, Jesse Pinkman. A aparição é em um flashback durante os eventos do episódio da temporada dois, “4 Days Out.”

+++ LEIA MAIS: Bryan Cranston fala sobre cena nostálgica de El Camino, filme de Breaking Bad

Durante a exibição original da série, Cranston raspou a cabeça para interpretar White, que foi diagnostiado com câncer no começo da série e perdeu o cabelo durante a quimioterapia. Mas como ele não teve tempo para raspar para El Camino, usou um “chapéu” de careca.

O video em time-lapse que Cranston compartilhou no Twitter (assista aqui) mostra o time de maquiagem deEl Camino- Cheri Monsanto, Garrett Immel e Laverne Munroe - aplicando meticulosamente a careca e fixando o bigode famoso de White.

+++ LEIA MAIS: Aaron Paul resume toda história de Breaking Bad em menos de 3 minutos [VÍDEO]

Embora o processo provavelmente levou tempo, Cranston escreveu no Twitter que “não sei porque filmagens demoram tanto, eu virei Walter White em menos de um minuto.”

Falando com a Rolling Stone EUAsobre El Camino, Cranston relembrou quão rápido ele voltou ao personagem. “Existem tantos talismãs que eu usava diariamente durante as filmagens: os óculos, as camisas, os Wallabees,” comentou. “Imediatamente ressurgi no personagem. Estar em Albuquerque, e em volta da mesma equipe, ter Aaron ali, e Vince, e [a produtora] Melissa Bernstein, eu tremi um pouco, porque foi tipo ‘ah, Deus, seis anos, e voltamos!’ Eu senti um arrepio. De um jeito bom.”