Eita: Trump diz que November Rain é o ‘melhor videoclipe de todos os tempos’ e obriga todos os funcionários a assistirem; concorda com ele?

Ex-secretária da Casa Branca fez o relato

Redação Publicado em 15/09/2020, às 08h02

None
Donald Trump, presidente dos EUA (Foto: Mark Seliger) e Slash em ação no Lollapalooza Chicago 2019 (Foto: Amy Harris / Invision / AP)

O videoclipe de "November Rain", do Guns N' Roses, é um dos mais icônicos de toda história do rock - e até mesmo da música mundial. A popularidade do vídeo, o qual conta com mais de 1.4 bilhão de views, é tanta que ele foi bastante reproduzido na Casa Branca, porque Donald Trump, atual presidente dos EUA, fala sobre o clipe ser o melhor de todos os tempos e ainda obrigou todos os funcionários a assistirem. A informação é do Metal Injection.

Quem contou a história foi Sarah Huckabee Sanders, ex-secretária da Casa Branca, no livro  Speaking for Myself: Faith, Freedom, and the Fight of Our Lives. Além disso, o Newsweek reportou que Trump tocou a música em comício realizado nesta semana, e há dois anos tenta colocar a canção na playlist dele.

+++LEIA MAIS: Ouça o potente e impactante vocal isolado de Amy Winehouse em 'Rehab'

No livro, Sanders revelou que trouxe ela Hope Hicks, pessoa queresponsável por substituí-la, para o escritório oval e falou sobre querer a faixa na playlist do comício e as fez sentar e assistir ao videoclipe de "November Rain". "Ele nos disse que era o 'maior videoclipe de todos os tempos' e nos fez assisti-lo para provar seu ponto de vista, embora nenhum de nós tenha discordado", escreveu.

Inclusive, o Metal Injection fez uma rápida pesquisa de vídeo e descobriu que Donald Trump toca a música ns comícios há algum tempo. O vocalista do Guns N' Roses, Axl Rose, afirmou repetidamente não dar permissão para a campanha tocar a música da banda. Porém, o presidente pode tocar a música através de uma brecha da licença geral, mas o artista não ficou muito feliz com isso.

+++LEIA MAIS: Emmy 2020: Lista de indicados, quando e como assistir à premiação

"Pessoalmente, eu meio que gostei da ironia dos apoiadores de Trump ouvindo um monte de músicas anti Trump nos comícios, mas eu não imagino que muitos deles realmente entendem isso ou se importam ", escreveu o cantor em um tuíte de 2018.

Rose continuou: "A maioria de nós na América nunca experimentou nada tão obsceno neste nível em [nossas] vidas [e] se nós, como um país, não acordarmos [e] colocarmos um final nesse absurdo agora, é algo pelo qual definitivamente pagaremos muito com o passar do tempo".


+++ BK' lança novo disco e fala sobre conexão com o movimento Vidas Negras Importam: 'A gente sabia que ia explodir'