Henry Cavill ficou em baita 'saia justa' por causa de Liga da Justiça

Em entrevista, o astro explicou o que dificultou o trabalho dele durante a divulgação da nova produção

Redação Publicado em 05/10/2020, às 18h21 - Atualizado às 18h22

None
Henry Cavill como Superman em Liga da Justiça (foto: Reprodução/ Warner)

A Liga da Justiça foi um erro de cálculo por parte da Warner Bros. Por anos, os fãs pediram uma reformulação no Universo Cinematográfico da DC (DCEU), comZack Snyder no comando. O projeto que está a caminho em 2021, contudo, não fará reparos no desconforto que o astro Henry Cavill sentiu. Mas o que aconteceu exatamente? As informações a seguir são do Cheat Sheet

+++LEIA MAIS: Ciborgue da DC, Ray Fisher criticou a Warner sobre Liga da Justiça após convite para The Flash, diz site

Após o sucesso de O Homem de Aço, a Warner Bros. lançou a resposta da DC ao Universo Cinematográfico da Marvel (MCU). Mas ao invés de construir isso lentamente, Batman vs Superman: A Origem da Justiça trouxe Batman (Ben Affleck) e Mulher Maravilha (Gal Gadot) e breves aparições do restante da formação da Liga da Justiça

Em Batman v Supermanum dos arcos mais conhecidos dos quadrinhos acontece. Quando Lex Luthor (Jesse Eisenberg) cria Doomsday, Superman (Cavill), Batman e Mulher-Maravilha entram em ação. Durante a batalha, Superman sacrifica a própria vida para matar Doomsday, espelhando a história da “morte do Superman” dos quadrinhos.

+++LEIA MAIS: Liga da Justiça: Zack Snyder prefere 'explodir aquela por** toda' do que usar cenas da versão de Joss Whedon

Os fãs, é claro, não acreditaram que Superman permaneceria morto, visto que Liga da Justiça já estava marcada para o ano seguinte. Ainda assim, a Warner Bros. achou que precisava proteger o "segredo" do retorno de Cavill. Segundo o ator explicou ao Empire Podcast, essa decisão tornou impossível a divulgação do trabalho do astro na produção. 

+++LEIA MAIS: Jason Momoa detona Warner por Liga da Justiça e comportamento abusivo no set de filmagem: ‘Essa m***a tem que parar’

"Foram situações estranhas. Algo como: 'Precisamos de Henry na coletiva de imprensa, mas não vamos contar a ninguém que ele está no filme', e eu: 'Ok, vai ser muito estranho para mim, pessoal. Obrigado por me dar um cenário impossível'. No final, dizia que só estava lá para dar apoio moral. 'Tenho certeza de que ninguém comprou essa história". 

+++ LEIA MAIS: Eita! Refilmar Liga da Justiça vai custar mais do que fazer Coringa com Joaquin Phoenix


+++ TERNO REI: ‘ANTES DE LANÇAR, VOCÊ NUNCA SABE SE É BOM OU RUIM’ | ROLLING STONE