Jason Momoa detona Warner por Liga da Justiça e comportamento abusivo no set de filmagem: ‘Essa m***a tem que parar’

O ator acusou o estúdio de tratar mal ele, o colega Ray Fisher e outros do elenco

Redação Publicado em 15/09/2020, às 10h12

None
Jason Momoa em Aquaman (foto: reprodução/ Warner)

Em uma publicação no instagram, Jason Momoa falou sobre a experiência no set de Liga da Justiça (2017), dizendo que ele, Ray Fisher e outros membros do elenco foram tratados de "uma maneira de m*rda" pela Warner Bros.

Em 8 de setembro, o astro de Aquaman(2018) mostrou pela primeira vez apoio a Fisher e as alegações dele comportamento abusivo e 'não profissional' do diretor Joss Whedon e dos produtores Geoff Johns e Jon Berg durante as filmagens do longa da DC.

+++LEIA MAIS: Netflix quer Jason Momoa como astro de nova série de The Witcher, Blood Origin

Momoa foi o primeiro colega de elenco de  Liga da Justiça a mostrar solidariedade a Fisher, postando em um story no Instagram com a hashtag #IStandWithRayFisher. Depois, na noite de segunda-feira (14), no entanto, Momoa comentou diretamente sobre a própria experiência ao fazer o filme:

 

“Essa m***a tem que parar e precisa ser examinada, Ray Fisher e todos os outros que vivenciaram o que [aconteceu] sob a supervisão de Warner Bros. precisam de uma investigação adequada do caso”, escreveu Momoa.

+++ LEIA MAIS: Encontro de Jason Momoa, Mel Gibson e Peter Dinklage sugere que reboot de ‘Meu Ódio Será Sua Herança’ vai acontecer?

O ator também disse que o anúncio de que estava em negociações para dublar o personagem Frosty the Snowman em um próximo filme produzido por Berg e Johns era "falso" e lançado para distrair as acusações de Fisher.

Fisher postou as primeiras acusações a Whedon e a Warner Bros. na manhã de 1º de julho e, aproximadamente uma hora depois, o anúncio sobre Momoa e Frosty the Snowman foi divulgado.

+++LEIA MAIS: Jason Momoa compara personagem que interpreta em Duna a Han Solo

“Eu só acho que é fo***o que as pessoas lancem um anúncio falso do Frosty sem minha permissão para tentar distrair Ray Fisher falando sobre a maneira como fomos tratados nas refilmagens de Liga da Justiça. Coisas sérias aconteceram. Ele precisa ser investigado e as pessoas precisam ser responsabilizadas”, escreveu Momoa.

Os representantes de Jason Momoa e da Warner Bros. ainda não responderam aos pedidos de comentários.


+++ BK' lança novo disco e fala sobre conexão com o movimento Vidas Negras Importam: 'A gente sabia que ia explodir'