John Boyega acusa Star Wars de vender personagem negro mas depois descartá-lo

No marketing da última trilogia da saga, personagem era retratado como um dos protagonistas, mas nos filmes acabava deixado de lado

Redação Publicado em 03/09/2020, às 12h58

None
John Boyega em Star Wars: O Despertar da Força (Foto: Reprodução/ Lucasfilm)

Em entrevista à GQ do Reino Unido, publicada na última quarta, 2, John Boyega desabafou da experiência em Star Wars e acusou Disney de vender um personagem negro no marketing do filme para depois descartá-lo na trama da nova trilogia. 

"O que eu diria para a Disney é não trazer um personagem negro à tona, comercializá-los para serem muito mais importantes na franquia do que são e, então, colocá-los de lado", confessou o artista.

+++LEIA MAIS: Em entrevista que ressurgiu, Rihanna revela que sempre amará Chris Brown e que se tornaram amigos após agressão

Ele se refere ao personagem dele, chamado Finn, que inicialmente era um Stormtrooper, mas ele abandona a Primeira Ordem e se junta à Resistência. No primeiro filme da nova trilogia, O Despertar da Força, ele empunha o sabre de luz de Luke Skywalker e até flerta com a Força. Mas nos outros longas, ele foi deixado de lado.

John Boyega ainda falou que ele não foi o único do elenco, que não fosse branco, deixado de lado. O ator citou exemplos como Naomi Ackie, Kelly Marie Tran e Oscar Isaac. "Tipo, vocês sabiam o que fazer com Daisy Ridley, vocês sabiam o que fazer com Adam Driver", afirmou. "Você sabia o que fazer com essas outras pessoas, mas quando se tratava de Kelly Marie Tran, quando se tratava de John Boyega, você sabe f***-se tudo. Então o que você quer que eu diga?".

+++LEIA MAIS: Clarke Peters se arrepende de ter achado Chadwick Boseman esnobe no set de Da 5 Bloods

Por outro lado, Boyega reconheceu que fazer parte de Star Wars foi uma "oportunidade incrível" e "uma grande plataforma". Então, ele desabafou: "O que eles querem que você diga é: 'Gostei de fazer parte disso. Foi uma ótima experiência... 'Não, não, não. Aceito esse negócio quando for uma ótima experiência. Eles deram todas as nuances a Adam Driver, todas as nuances a Daisy Ridley. Sejamos honestos. Daisy sabe disso. Adam sabe disso. Todo mundo sabe. Não estou expondo nada".

O artista também pontuou que "eu sou o único membro do elenco que teve sua própria experiência única nessa franquia com base em sua raça". "Vamos deixar assim. Fica com raiva de um processo como esse", adicionou. "Isso o torna muito mais militante; isso muda você. Porque você percebe: 'Recebi essa oportunidade, mas estou em um setor que nem estava pronto para mim'".

+++LEIA MAIS: Tyler Joseph, do Twenty One Pilots, é cancelado por piada errada na internet e pede desculpas: 'Realmente sinto muito se machuquei alguém'

Em outro momento da entrevista, John Boyega mencionou as ameaças de morte recebidas por fãs que não gostaram da presença dele nos filmes. "Ninguém mais teve essa experiência", disse.


+++ DESAFIO! FREJAT ESCOLHE OS MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO