Novas séries da Netflix podem não ter dublagem por conta de coronavírus

As produções mais recentes e que ainda entrarão no catálogo são as mais afetadas

Redação Publicado em 13/04/2020, às 15h36

None
Logo da Netflix (Foto: Reprodução)

Depois da Netflix paralisar a filmagem de algumas produções, como The Witcher, por causa do coronavírus, a plataforma também interrompeu os trabalhos de dublagens de algumas séries e filmes. A medida aconteceu pois diversos estúdios de gravação suspenderam as atividades durante a quarentena.

O streaming exibiu uma mensagem para os assinantes nos títulos sem opções de dublagem em português:  "Algumas opções de áudio não estão disponíveis. A prioridade é a saúde dos dubladores".

+++LEIA MAIS: As 61 estreias da Netflix em abril de 2020: La Casa de Papel Pt. 4, Forrest Gump, Clube dos Cinco e mais

As produções mais recentes e que ainda entrarão no catálogo são as mais afetadas, como Coffee & Kareem - que estreou em 3 de abril. 

(Foto: Reprodução/Netflix)

Em pronunciamento oficial, a Netflix garantiu que, assim que possível, disponibilizará as dublagens: “Muitos estúdios estão fechados devido à Covid-19, o que resulta em um atraso para algumas dublagens em alguns de nossos novos títulos. Nossa prioridade é a saúde e a segurança de todos os envolvidos. Esperamos disponibilizá-las em breve e, enquanto isso, as legendas estarão disponíveis em todos os idiomas, como de costume”.

De acordo com as informações disponibilizadas pelo Link, suplemento do jornal O Estado de S. Paulo, a plataforma de streaming, Netflix, colocou em prática a política de redução da qualidade de transmissão de vídeos. A medida evita uma possível sobrecarga das redes em meio à crise do novo coronavírus

+++LEIA MAIS: O que os artistas têm feito durante a quarentena?

No dia 18 de março, a União Europeia (UE) solicitou à Netflix e outras plataformas de streaming para reduzirem a definições dos conteúdos. A medida, no Brasil, foi posta em prática no dia 23, e chegou a todos os usuários nos dias seguintes.

Inicialmente, as medidas serão válidas por um período de 30 dias em todo o território nacional e a Netflix pretende reduzir em 25% o tráfego de internet, assim como outros sites de vídeo: Amazon Prime e YouTube

+++ SESSION RS: SCALENE TOCA ASSOMBRA