10 perguntas sobre Dark que ficarão eternamente sem respostas - e alguns furos na trama [LISTA]

A terceira e última temporada da série estreou neste sábado, 27 - mas apresentou alguns furos aqui e ali

Yolanda Reis Publicado em 28/06/2020, às 13h00

None
Elizabeth em Dark (Foto: Divulgação / Netflix)

[ATENÇÃO: CONTÉM (MUITOS) SPOILERS DE DARK 3]

Dark ganhou a terceira - e última - temporada neste sábado, 27, na Netflix. Concluiu-se, então, a trama demorada e complicada, cheia de reviravoltas, viagens no tempo e realidades paralelas. 

Entre diversos personagens e momentos diferentes para cada um deles, Dark conseguiu “amarrar” todas as temporadas e criar uma trama extremamente complexa. Mesmo assim, é quase inevitável, para algo dessa magnitude, acabar sem algum furo na trama.

+++ LEIA MAIS: Conheça Tales from the Loop, série perfeita para quem amou Dark e Stranger Things - tem viagem no tempo e anos 1980

Sabemos que Dark não dá ponto sem nó - e cada imagem, frase, significado é importante. Talvez, por isso, pequenos momentos parecem ter importância enorme - para não ter significado algum.

Separamos, abaixo, 10 perguntas sobre Darkque não foram respondidas na terceira temporada - e ficarão, para sempre, sem resposta. Mas é importante ter visto a temporada para poder entender os conceitos temporais - e evitar ganhar spoilers! Veja:

+++ LEIA MAIS: Raio-X: como Dark superou as previsões, desbancou Stranger Things e é maior sucesso da Netflix mesmo com trama complexa de viagem no tempo [ANÁLISE]

Quem é pai de Regina?

Cláudia, a “chefona” da indústria de energia nuclear, é mãe de Regina - uma menina excluída e solitária. Na série, vemos o romance de Cláudia com Tronte, pai de Ulrich, com quem cresceu. Mas, na terceira temporada, descobrimos que Tronte sempre soube que Regina não era filha dele. Quem era o pai, então?

Essa resposta fica extremamente subentendida na série: é Bernd Doppler, o fundador da usina nuclear e pai de Helge. A única menção à paternidade é quando Cláudia, ainda criança, vai à casa dele e ele a elogia, enfatizando como ela está se tornando uma linda mulher.

+++ LEIA MAIS: Dark: 5 teorias mais insanas sobre o final da série da Netflix: quem é o vilão, afinal?

Esta é a única pergunta da lista, porém, que tem resposta comprovada: embora a série não mostre nada que realmente indique que Bernd e Claudia se relacionaram, em comunicados à imprensa a Netflix internacional deixou claro que Bernd é, sim, o pai da Regina - e isso também explica como Claudia herdou a usina nuclear.

Quem é a mãe de Peter?

Peter, pai de Elizabeth e Franciska, é filho de Helge com uma mulher que não aparece na tela. Entende-se que ela não é alguém super relevante para a trama, pois na cena final, quando mostram-se os personagens do “mundo original” (apenas aqueles que não foram afetados pelas reviravoltas temporais), Peter aparece. Portanto, a mulher cresceu fora do loop.

+++ LEIA MAIS: Dark da Netflix: como Jonas começou o [SPOILER] ao tentar impedi-lo?

Mas, é importante perguntar: quando, e em que momento, Helge teve um filho? Afinal, o personagem não aparece interagindo com ninguém - pelo contrário, vive isolado, e na vida adulta desenvolve uma dissociação por causa dos acontecimentos temporais e ataques, e acaba internado. Isso não ajudaria uma vida amorosa para ele...

Quem é a pessoa “suja” no túnel da temporada 1?

Quando Jonas tenta explodir a passagem em 2019 (e, na verdade, somente a cria), acontece algo bizarro: o Jonas mais novo, que corre na floresta enquanto Mikkel desaparece, vê o pai, Michael, de pé, sujo, com um líquido preto escorrendo a partir da cabeça. No outro mundo, Martha vê ela mesma, também suja. Já o Jonas do túnel, a versão adulta dele, olha para o lado e vê, encarando-o, outra pessoa suja.

+++ LEIA MAIS: Dark: Afinal, quem é Adam? Veja teoria surpreendente sobre personagem da série da Netflix

Mas… Até onde dá para ver, essa pessoa não é ninguém conhecido. É alguém parecido com a versão jovem de Noah, mas o queixo tem formato bem diferente. Poderia ser Michael - mas a figura é bem mais nova, e tem traços diferentes, também. Não é o próprio Jonas, ou nenhum dos homens da série, aparentemente. Quem é, porém? Veja comparação:

 

E o “filho B” da Hannah? 

No “mundo A” (o de Jonas e Adam), Hannah volta no tempo e engravida de Egon. Nasce Silja (Jonas a conhece em 2051, ela tem uma cicatriz no rosto, e a menina conhece o irmão nos anos 1900, quando Hannah a leva para o passado). Silja cresce, casa com Bartosz, e vira mãe de Hanno e Agnes.

+++ LEIA MAIS: 5 filmes e séries sobre viagens no espaço-tempo além da seriedade de Dark: De Meia-Noite em Paris a Boneca Russa

Mas… No “mundo B” (de Eva), Hannah também está grávida (aqui, de Ulrich). Na árvore genealógica de Eva, Hannah também é mãe de "Selja". Porém, durante o apocalipse, mostra ela com um sangramento - parece um aborto. A gravidez está no final, mas essa criança não é mais mencionada. Fica subentendido que o bebê morreu.

Mas Hannah precisaria ter esse bebê para o mundo fazer sentido: pois a árvore genealógica da família segue: Silja, Agnes, Tronte, Ulrich. O único modo de Ulrich existir em ambos mundos é se Hannah tivesse a filha nos dois, também.

+++ LEIA  MAIS: Nossas 3 teorias para a terceira temporada de Dark: universos paralelos, bíblia e ilusão [LISTA]

“Quando” é o quarto - e por que ele existe?

Um dos grandes mistérios é o quarto em que Noah e Helge constroem uma máquina do tempo - e matam vários garotos. Em nenhum momento fica claro "quando" esse quarto “acontece”. Sabemos que não é nos anos 1950 nem nos 2010, pois ele aparece como máquina do tempo. Mas não significa que ele é, de fato, nos anos 1980 - pois não aparece nessa época, tampouco.

+++ LEIA MAIS: Site aponta 10 detalhes importantes para lembrar antes de ver 3º temporada de Dark

Provavelmente, também, a máquina não era nem fixa. Sabemos que ela não funcionava bem, e estava em fase de testes... Mas como eles conseguiam pegar crianças de várias épocas? Afinal, lá morreram Erik e Yasin (2019), Mads (1986) e Helge foi testado (1953). Como pulavam no tempo, assim, e por que seriam necessárias uma pessoa e uma moeda para fazer "funcionar"?

Mas a maior questão é… Por que ele existe? Uma das explicações é que Noah o construiu para procurar a filha, Elizabeth, entre os tempos. Então, tenta construir uma máquina do tempo para saber quando ela está. Testa várias vezes - e dá certo com Helge. Então, ele pode começar a usá-la para passear por aí - pois ele e Adam estariam "brigados".

+++ LEIA MAIS: Terceira temporada Dark, da Netflix: 4 filmes e séries para entrar na 'vibe' de ficção científica e viagem no tempo [Listas]

A verdadeira questão é: Noah precisaria mesmo de uma máquina do tempo? Ele tinha a máquina de Adam consigo, a da maleta, e conseguia viajar como quisesse para buscar as folhas do caderno - até a entrega para Bartosz, que apresenta para os amigos - e depois Katharina a rouba para viajar ao passado e procurar Mikkel

Da onde veio a partícula de Deus, ou matéria escura?

Nos dois mundos, existem três pontos importantes para a criação da viagem no tempo: um acidente na usina nuclear, durante os anos 1980, que “vazou” uma substância duvidosa (ela foi colocada dentro de latões e enterrada); a explosão de Jonas-adulto com a máquina do tempo, nos túneis - culminada à abertura dos latões da usina - e Jonas-jovem e Claudia-idosa “fazendo o nó” dos mundos. A partir daí, a partícula deus se revolta e causa o apocalipse - mas, quando ordenada, permite a viagem no tempo.

+++ LEIA MAIS: Dark vence Stranger Things em eleição sobre a melhor série da Netflix

Mas… Da onde ela veio? Como foi o acidente - e como a usina conseguiu organizar, explorar e encarcerar a matéria escura? Não fica claro, em momento algum, da onde saiu todas essas partículas - e por que foram enterradas em latões.

Quem são os Tannhaus, e qual é a história do relógio de Charlotte?

A família Tannhaus formou a organização Sic Mundus Creatus Est. O objetivo era criar um mundo sem tempo, o paraíso, e sem sofrimentos. Jonas-adulto volta para 1888 e ajuda Tannhaus-idoso, cego, a criar uma máquina do tempo. Descobrimos dois fatos importantes: o sonho de criar a máquina era, na verdade, do Tannhaus pai. O Tannhaus filho, cego, recebeu do pai um relógio escrito “para Charlotte.”

+++ LEIA MAIS: As 8 séries da Netflix feitas fora dos EUA com nota mais alta do IMDb (Dark está na lista?) [LISTA]

Esse relógio aparece, muitos anos depois (embora na primeira temporada) na mão de Noah, que o entrega para Elizabeth, filha de Charlotte. Ele pede que a criança mostre o objeto para a mãe.  Mas a trajetória é extremamente confusa: da onde veio o relógio, e como poderia ser "para Charlotte" tanto tempo antes - e depois?

Explicaremos na ordem cronológica o que deduzimos sobre relógio: surge, em 1888, com Tannhaus pai. Passa para Tannhaus filho (o cego). Quando ele é assassinato, o relógio vai para as mãos de “Sem-Nome”, filho de Jonas e Martha. Ele o entrega para Noah-jovem. O padre, então, dá o objeto para Elizabeth-criança, para entregá-lo para a mãe, Charlotte-adulta, em 2019.

+++ LEIA MAIS: Dark: Entenda o que é o Paradoxo de Bootstrap, teoria de viagem no tempo que 'explode cabeças' dos fãs da série da Netflix

Charlotte-adulta reconhece o objeto pois, quando era adolescente, soube que foi entregue ao avô postiço, H. G. Tannhaus, por “duas mulheres estranhas”. Em 2019, esse relógio segue com Elizabeth-criança, que poucos anos depois o entrega à Charlotte-neném, a própria filha. A bebê, porém, também é a mãe da menina - sequestrada por ela mesma e levada ao passado para crescer segura.

Mas há um fato não explicado… Como esse relógio surgiu em 1888, e qual a relação dele com os Tannhaus? Ele sai da mão de H. G. Tannhaus, depois da Charlotte adolescente o ver, e volta para a própria família um século antes? A pergunta nunca é respondida. Não se sabe quem é Charlotte-original, nem quem é a mãe de Tannhaus, a criança cega!

+++ LEIA MAIS: Dark, da Netflix, previu pandemia de coronavírus? Esta cena indica que sim

Qual foi a relação do “Sem Nome” com Agnes?

Agnes, mãe de Tronte e avó de Ulrich, aparece em Winden com o filho. Conta para Doris, com quem se hospeda, que o ex-marido era um homem da igreja, mas se perdeu e é mau. Descobrimos, depois, que esse homem é “Sem Nome”, filho de Jonas e Martha.

Porém, algo que ignoramos é como os dois se conheceram, qual foi a relação entre ambos e como tiveram um filho - nem quando isso acontece, tampouco. Dado o jeitão "estranho" do Sem-Nome, um pouco de contexto seria muito bem vindo.

+++ LEIA MAIS: 7 séries de terror sobrenatural totalmente incríveis: de Dark a Twin Peaks

O que aconteceu com Agnes - e com Tronte?

Noah dedica a vida para encontrar a filha. Para isso, busca, para Adam, as últimas páginas de um diário, para saber como a história de todos termina - e tenta construir uma máquina do tempo. Porém, é traído, e acaba assassinado pelas mãos de Agnes, irmã dele, que voltou para o passado só para isso.

Mas… Para onde vai Agnes? Ela desaparece do mapa - e, inclusive, abandona o filho, Tronte, em 1953. Como esse menino cresce - e onde vive até se tornar adulto? Talvez seja com Claudia e Doris, mãe dela - mas não tem como ter certeza.

+++ LEIA MAIS: 13 séries de terror para sentir medo na Netflix: Ares, Dark, Residência Hill e mais [LISTA]

O que aconteceu com o olho de Woller?

Ok, essa virou quase uma piada. Mas vale citar, pois nunca saberemos a resposta. O policial Woller não tem um olho. Ele quase explica o motivo - mas é interrompido, na primeira temporada. No mundo alternativo, ele também não tem um braço.

No final da série, vemos ele com o olho machucado, já no mundo “real”  - ele começa a explicar, novamente, o que aconteceu. Porém, de novo, é interrompido - e ficaremos para sempre imaginando o motivo…

+++ LEIA MAIS: 12 séries que demos ‘adeus’ cedo demais: The Good Place, Bojack Horseman, Dark e outras