O dia em que a gravadora Decca quase assinou com os Beatles - para depois recusar a banda

Há 58 anos, os Beatles eram visitados por um olheiro da gravadora em show em Liverpool - a oportunidade, no entanto, levou a uma audição morta e à negação da banda pelos estúdios

Redação Publicado em 13/12/2019, às 17h08 - Atualizado às 17h14

None
Os Beatles (Apple Corps Ltd 2009)

Em 13 de dezembro de 1961 - 58 anos atrás - um olheiro da gravadora Decca, Mike Smith, foi ao show dos Beatles no Cavern Club, em Liverpool, querendo oferecer contrato para a banda. Algumas semanas depois, em 1º de janeiro de 1962, a banda iria a Londres para realizar uma audição morna, consequência de uma noite bebedeira e comemorações pela virada do ano. 

Após dez horas na estrada, a banda chegou a Londres às 22 horas do dia 31 de dezembro de 1961, comemorou a virada de ano e foi ao teste às 11 da manhã do dia 1º de janeiro. O esforço, no entanto, não levou ao resultado esperado: Paul McCartney, John Lennon, George Harrison e Pete Best(baterista da banda antes de Ringo Starr) foram recusados pela gravadora. 

+++LEIA MAIS:Gravadora que rejeitou os Beatles em 1962 leiloa fita da audição por US$ 90 mil

Apesar da oportunidade única e do talento dos músicos, os Beatles foram negados, principalmente, pelo teste ter sido feito no primeiro dia do ano, após intensa comemoração da virada do ano. 

"Brian [Epstein, empresário da banda] se esforçou ao máximo para nos dizer antes de descermos lá que devíamos estar na cama cedo. É claro que, às duas e meia da manhã, estávamos no meio da Trafalgar Square, fazendo certas coisas que não deveríamos estar fazendo”, lembrou Pete Best.

+++ LEIA MAIS: "Ob-La-Di, Ob-La-Da", dos Beatles, é a música pop mais próxima da perfeição; entenda

Poucas horas depois, às 11 da manhã, a audição dos Beatles começou nos estúdios da Decca em West Hampstead. O teste durou uma hora, período no qual cantaram 15 músicas incluindo covers variados ( do R&B “Three Cool Cats” ao rock n’ roll “Crying, Waiting, Hoping”) e a canção original de LennonMcCartney “Like Dreamers Do”.

Apesar do talento, Best admitiu que a banda estava longe de sua melhor apresentação devido às comemorações de ano novo. "Ansiosos e cansados", faltou sentimento na apresentação: “Cheguei à sessão de ressaca. Era dia de ano novo. A emoção certamente não estava lá", disse Best. 

+++ LEIA MAIS: Qual é o álbum dos Beatles com mais músicas de George Harrison?

Até Paul McCartney concordou com Best no livro Antology, lançado anos depois. “Ouvindo as fitas, entendo por que falhamos na audição da Decca. Não éramos tão bons, embora houvesse algumas coisas interessantes e originais", explicou o músico. 

Após a apresentação, Mike Smith falou para o grupo não se preocupar, mas o gerente sênior de A&R da Decca, Dick Rowe, não se impressionou com a audição. Com a explicação de que "grupos de guitarra estão saindo", Rowe optou por uma aposta mais segura para a gravadora, a banda local The Tremeloes

+++ LEIA MAIS: Por que Paul McCartney não usava drogas como os outros integrantes dos Beatles? 

A recusa aos Beatles foi devastadora para a banda, mas gerou frutos. Um deles foi o aumento dos esforços dos integrantes, que passaram a trabalhar mais.

Além disso, as fitas demos da sessão na Decca foram utilizadas por Epstein para aumentar o alcance dos Beatles. Os esforços do empresário levaram a uma audição na gravadora EMI, responsável posteriormente pela produção de Abbey Road


+++ FRANCISCO EL HOMBRE SOBRE RASGACABEZA: 'É UM INDIGESTO, TOCA EM PONTOS DOLORIDOS E ÍNTIMOS'