Qual música James Gunn se recusa a incluir em Guardiões da Galáxia?

Guardiões da Galáxia tem uma das melhores trilhas sonoras da Marvel - no entanto, James Gunn não pretende incluir uma música específica no próximo filme

Mariana Rodrigues (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 27/06/2021, às 13h00

None
Guardiões da Galáxia (Foto: Divulgação / Marvel)

Um dos pontos fortes de Guardiões da Galáxia (2014) com certeza é a ótima trilha sonora. É difícil imaginar Peter Quill (Chris Pratt) sem o característico walkman cheio de canções dos anos 1960 e 1970. No entanto, o diretor James Gunn revelou uma música totalmente fora de cogitação para o próximo filme, de acordo com Screen Rant.

Em um story no Instagram, explicou como os fãs continuam pedindo por "Dancing in the Moonlight," de King Harvest, em um filme dos Guardiões da Galáxia, mas não pretende incluí-la. "Parece muito batida para mim, e não vai acontecer," escreveu.

+++ LEIA MAIS: Mais prequels no MCU? Kevin Feige fala sobre os planos da Marvel Studios

As escolhas de Gunn para a trilha sonora são muito respeitadas no MCU. Além de sucessos dos primeiros filmes, como "Hooked on a Feeling" de Blue Swede, "Cherry Bomb" de The Runaways e "Surrender" de Cheap Trick, o diretor também sugeriu "The Rubberband Man," dos Spinners, para Vingadores: Guerra Infinita (2018).

Essas escolhas fizeram com que a trilha sonora de Guardiões da Galáxia fosse a mais vendida de todos os tempos, por não apresentar nenhuma música original, além de ser o terceiro vinil mais vendido dos anos 2010. Enquanto as canções do segundo longa receberam uma indicação ao Grammy de Melhor Compilação de Trilha Sonora para Mídia Visual.

+++ LEIA MAIS: Harry Styles no MCU? Fãs suspeitam de participação em Eternos; entenda

Se depender de Gunn, o público pode esperar vários outros hits em Guardiões da Galáxia Vol. 3 (2023). O diretor anunciou que terminou a trilha sonora em maio de 2021, antes do início das filmagens. O terceiro filme tinha previsão de estreia em 2020, mas foi adiado por conta da pandemia de Covid-19.


+++ OS 5 DISCOS ESSENCIAIS DE BOB DYLAN | ROLLING STONE BRASIL