Robert Plant sentiu falta de Jimmy Page na primeira turnê sem o Led Zeppelin; entenda

O líder da banda contou sobre os desafios da carreira solo para a Rolling Stone EUA, em 1988

Redação Publicado em 06/02/2020, às 12h04

None
Led Zeppelin em 1968 (Foto: Reprodução/ Instagram/Jørgen Angel)

Após a morte trágica de John Bonham, os integrantes do Led Zeppelin anunciaram o fim da banda e decidiram seguir carreiras solo. Apesar dos músicos concordarem que não fazia mais sentido tocarem juntos, Robert Plant confessou que sentiu falta de Jimmy Page na primeira turnê sem o grupo.

No fim da carreira do Led Zeppelin, os integrantes já não viviam a harmonicamente como no início. Antes de morrer, Bonham lidava com o alcoolismo, enquanto Page enfrentava o vício em heroína.

+++ LEIA MAIS: Qual reunião do Led Zeppelin foi chamada de ‘horrorosa’ por Robert Plant?

Contudo, a relação entre os músicos mudou depois que cada um dos integrantes iniciou a  carreira solo. Em entrevista à Rolling Stone EUA, em 1988, Plant contou com detalhes quais foram as maiores dificuldades das performances sem a banda. 

Na turnê Principles of Moments, Plant foi acompanhado pelo guitarrista Robbie Blunt, que, segundo o vocalista, era ótimo, mas não tinha a mesma volatilidade de performance de Page.

+++LEIA MAIS: Assista trecho de show do Led Zeppelin em Tóquio em 1971 - a um passo da dominação mundial

"Rob tinha o trabalho mais difícil de todos. Ele é um ótimo guitarrista e não quis tomar o lugar de Jimmy [...] Eu, imediatamente, percebi que sentia falta de um parceiro. Eu sentia falta do performer volátil que era a segunda natureza de Jimmy. A performance dele estava deslumbrante", disse o cantor.

Apesar de sentir falta dos antigo colegas, Plant se recusa até os dias de hoje a participar de reuniões da banda depois da "horrenda" apresentação dos integrantes restantes no Live Aid, em 1985.


 +++ MELHORES DISCOS BRASILEIROS DE 2019 (PARTE 2), SEGUNDO A ROLLING STONE BRASIL